Arquivo de etiquetas: portugal

Mundial de Hóquei em Patins 2022: “Sentimos que merecíamos mais”

O Hóquei em Patins português forma atletas que se espalham pelas equipas mais prestigiadas no mundo. Esta qualidade lusa fez-se sentir em Aldo Cantoni, com a seleção a conquistar o 2º lugar no campeonato do mundo.

Seleção masculina portuguesa (fonte FPP)

O Mundial de Hóquei em Patins decorreu entre os dias 7 e 13 de novembro, em San Juan, na Argentina, naquele que é o mais emblemático estádio de Hóquei em Patins, Aldo Cantoni. Portugal entrou com o pé direito, tendo ganho por 5-1 no seu primeiro jogo, frente à França.

Fonte: Instagram oficial FPP

Na segunda jornada, a equipa lusa defrontou a Itália, num jogo equilibrado que culminou num empate a duas bolas. No campeonato Europeu da modalidade, em 2021, estas duas equipas disputaram a 3ª jornada da fase de grupos, tendo também empatado (4-4).

A findar a fase de grupos, Portugal viu-se frente a frente com a seleção chilena. Neste jogo, os ursos (alcunha da equipa nacional) atingiram o 1.º lugar do grupo A.

 

Fase Eliminatória

Os quartos de final foram disputados com o grupo alemão, num jogo pouco faltoso que deu a vitória por 10-1 a Portugal. João Rodrigues fez um hat-trick e Gonçalo Alves bisou nesta partida.

Para disputar um lugar na final, tivemos um novo encontro com a seleção francesa mantendo a diferença no marcador de quatro bolas.

Com quatro vitórias e um empate, os portugueses avançaram para a final do campeonato onde defrontaram a equipa anfitriã, a Argentina. O jogo, que permitia a Portugal renovar o seu título, não teve um resultado favorável à seleção lusa (4-2), sendo sagrada vice-campeã mundial de Hóquei em Patins.

Um jogo polémico que não deixou ninguém indiferente. Muitas foram as duras críticas à organização argentina, tal como refere o capitão João Rodrigues à Federação Portuguesa de Patinagem: “com o hino (cortado pela metade), com a bandeira ao contrário e com uma série de coisas que fica mal a esta organização”.

“Sabemos que os jogadores que estiveram aqui são profissionais ao mais alto nível e, se calhar, a arbitragem também tem de passar por isso para cada vez ser mais profissional”, afirmou o selecionador português, Renato Garrido, confiante na sua equipa que contou com um novo nome: João Souto (Sporting).

“Sentimos que merecíamos mais” afirma Hélder Nunes, que garante, que nesta modalidade, há “futuro no nosso país”. O jogador, insatisfeito com o resultado em San Juan, afirma que “para o ano e daqui a dois anos, cá estaremos, a dar tudo por Portugal”.

Seleção feminina portuguesa (fonte: Instagram oficial FPP)

Simultaneamente, jogou-se o Mundial de Hóquei em Patins Feminino. A Argentina sagrou-se, também neste campeonato, campeã, tendo Portugal ficado com o bronze, garantindo o terceiro lugar.

 

 

Deixe o seu comentário AQUI.

 

Por Catarina Felgueiras

OE 2023: aprovada lei no parlamento que irá potenciar um estudo sobre a “taxa rosa”

O PAN fez aprovar, a segunda-feira passada, uma medida no âmbito do Orçamento de Estado que estuda o impacto da “taxa rosa” nos produtos consumidos em Portugal.


Fonte: LUSA

A “taxa rosa” refere-se à discrepância de preços que existe entre produtos semelhantes dirigidos para mulheres comparativamente aos dirigidos para homens. O termo ganhou relevo globalmente pela verificação de que diferenças na embalagem e marketing de um produto, mas não no conteúdo, condicionam o seu preço, particularmente se a apresentação do produto tiver características associadas a produtos femininos. Já em 2017, a ONU incentivou os países a que eliminassem a “taxa rosa”, no âmbito de uma sessão em que foi discutido o empoderamento económico das mulheres.

Após a mudança de voto do PS, foi aprovada a lei proposta pelo PAN que irá promover um estudo sobre esta discrepância de preços, cujo objetivo será incrementar, futuramente, medidas concretas que eliminem a “taxa rosa” dos produtos portugueses. No estado da Califórnia foi passada uma lei, que entrará em vigor em janeiro de 2023, que proíbe o condicionamento do preço dos produtos com base no género a que são tendencialmente dirigidos.

A medida pretende contribuir para o aumento da igualdade económica entre géneros, particularmente num contexto de inflação, em que o custo de vida aumentou de forma significativa. Para além da discrepância de preços, de acordo com os dados mais recentes do Conselho da UE, divulgados no início deste mês, as mulheres ainda recebem menos 13% que os homens na União Europeia.

O que é a “taxa rosa” e porque vai ser discutida em Portugal? | Perguntas e  Respostas | PÚBLICO
Fonte: Público

Catarina Afonso

Portugal entra com o pé direito no Mundial

No jogo de abertura da Seleção Nacional no Mundial 2022 do Catar, Portugal venceu a Seleção do Gana por 3-2.

Foto: EPA/MIGUEL A. LOPES

Portugal iniciou a sua participação no Mundial com uma vitória frente ao Gana por 3-2. O jogo, a contar para a primeira jornada do grupo H da fase de grupos, decorreu no Estádio 974 em Doha, no Catar.

Os golos da Seleção Nacional foram marcados por Cristiano Ronaldo aos 65 minutos, através da conversão de uma grande penalidade, João Félix aos 78 minutos e Rafael Leão aos 80 minutos. André Ayew e Osman Bukari aos 73 e 89 minutos respetivamente, marcaram os golos da congénere ganesa.

Com esta vitória a Seleção Nacional lidera de forma isolada o grupo H, com 3 pontos em 1 jogo. Já o Gana é último classificado com 0 pontos, fruto também do empate a zero entre Coreia do Sul e Uruguai.

Reveja aqui os melhores momentos do jogo, com imagem da Sport TV.

Portugal iniciou o jogo por cima, tendo números elevados de posse de bola, segundo as estatísticas. A equipa das quinas trocou regularmente a bola no meio campo adversário, mas sem nunca importunar verdadeiramente a baliza de Zigi. Ronaldo ainda marcou um golo, anulado por falta sobre Djiku, mas o resultado manteve-se a zeros até ao intervalo.

Na segunda parte, ambas as equipas entraram com intenções de vencer o jogo, mas foi Portugal que abriu o marcador. Cristiano Ronaldo caiu na área, o arbitro apontou para a marca de penálti, e o próprio capitão cobrou a grande penalidade, batendo mais um recorde. Ronaldo foi o primeiro jogador a marcar um golo em cinco fases finais de Mundiais.

O Gana nunca desistiu e aos 73 minutos André Ayew empatou a partida. O empate foi de pouca dura, pois aos 78 minutos, de um passe de Bruno Fernandes, João Félix finalizou com toda a classe e repôs a vantagem lusa.

O mesmo Bruno Fernandes voltou a assistir um colega volvidos apenas dois minutos. Contra ataque conduzido pelo médio português, que deixou Rafael Leão no frente a frente com Zigi. Estreia a marcar na Seleção Nacional AA para o jovem avançado do AC Milan de Itália.

Osman Bukari ainda reduziu para o Gana perto do minuto 90 mas a vitória já não fugiu à equipa das Quinas, que ainda se livrou de um susto de Diogo Costa mesmo ao cair do pano.

A Seleção Portuguesa volta a entrar em campo na segunda-feira dia 28, frente ao Uruguai. O jogo inicia às 19 horas de Lisboa no Estádio Lusail, no Qatar.

#Portugal #Qatar2022 #FIFAWorldCup

 

Rodrigo Sousa

FCPorto retoma os trabalhos no Olival

Depois de jogar no Bessa frente ao Boavista, o FCPorto volta ao CTFD PortoGaia.

Pouco mais de uma semana de paragem, que coincidiu com o início do Campeonato do Mundo FIFA 2022, agora é tempo dos azuis e brancos regressarem para preparar a Taça da Liga.

Foto: FCPorto

A equipa de Sérgio Conceição terá no próximo dia 25 de receber o CD Mafra a contar para a primeira jornada da fase de grupos da Taça da Liga, porém com alguns ausentes.

O treinador dos dragões terá que idealizar um conjunto para o jogo de sexta sem os convocados pelos seus países para jogar o Campeonato do Mundo no Qatar: Diogo Costa, Pepe e Otávio (Portugal), Marko Grujic (Sérvia), Eustaquio (Canadá) e Mehdi Taremi (Irão). João Mário também foi ausência, no primeiro dia de trabalhos, por estar ao serviço da seleção portuguesa sub-21.

Foto: FC Porto

Para além dos jogadores que viajaram com suas seleções, encontram-se em falta no plantel do FCPorto atletas do boletim clínico do Olival: Evanilson (tratamento), Meixedo (tratamento), Zaidu (tratamento) e Veron (treino condicionado).

Para colmatar algumas baixas no plantel, Sérgio Conceição recrutou diretamente da equipa B do FCPorto: Roko Runje, Vasco Sousa, Abraham Marcus e Wendel Silva. Os jogadores orientados por António Folha farão parte da comitiva dos dragões que irá receber o Mafra amanhã.

Foto: FCPorto

Os dragões já fizeram a antevisão ao encontro por Galeno e Wendell no canal de Youtube do clube, ainda assim Sérgio Conceição tem conferência de imprensa marcada para hoje às 12:00h para antevir o que poderá ser o encontro com o CD Mafra. As portas do Estádio do Dragão abrem às 19h15 de amanhã para se jogar a Taça da Liga.

Lembrando que FCPorto e Sérgio Conceição nunca venceram a competição mesmo já tendo chegado por 4 ocasiões à final da prova.

Fonte: Comunicado no portal de notícias do FCPorto,  1 e 2.

Luís Filipe Borges Lopes

 

 

The Last Internationale: Banda atua por Portugal, Espanha e pelo Mundo

The Last Internationale arranca na próxima semana em Portugal e Espanha e vai ser exibido também em direto na plataforma Moment House, no dia 24 de Novembro.

O show de música eletrónica vai entrar em digressão em Portugal e Espanha na próxima semana e até 7 de dezembro. No cartaz publicado pelos responsáveis do show, estão presentes todos os dias de concerto e os locais onde vão ter lugar.

Tendo em conta a impossibilidade de muitas pessoas em puder assistir ao show, a equipa decidiu transmitir, pela primeira vez, o show ao vivo.

A transmissão em live do show vai ser exibida na plataforma Moment House, no dia 24 de novembro, com a vantagem de assim se puder assistir através de qualquer parte do mundo. Da mesma forma, perante a não possibilidade de assistir em direto, o público pode ver mais tarde ou ainda, ver vezes e vezes em conta.

A equipa garante um show muito profissional e intimista e, sublinha ainda a vontade de ter o público por perto. Depois de muito tempo afastados, o show promete um mar de energia e liberdade.

Em comunicado, a equipa informa todos aqueles que pretendam comprar bilhete para a digressão em Portugal e Espanha, que o podem fazer através do link. E, ainda, destaca o site para aceder virtualmente ao show.

 

Sofia Gama

Legislativas 2019: Vencedores no Bonfim(Porto)

Após o apurar dos resultados das eleições parlamentares, na freguesia do Bonfim da cidade do Porto, lideram na contagem final dos votos o Partido Social Democrata e o Partido Socialista com 32,42% e 30,21%, respectivamente.

Nesta zona central da cidade do Porto segue-se o Bloco de Esquerda com resultados de 12,68%; a CDU com 7,39%; o PAN com 3,71%; o CDS-PP com 3,28% do número total de votos da freguesia do Bonfim. O partido Livre surge com 2,16%, seguido pela Iniciativa Liberal com 1,94% dos votos.

No concelho do Porto foram atribuídos 40 mandatos no total,dos quais se destacam dois líderes partidários: Rui Rio, líder social-democrata, e Catarina Martins, a figura principal do Bloco de Esquerda. Contudo, o vencedor é o Partido Socialista com 17 deputados eleitos. Ao lado, o Partido Social-Democrata elege 15 deputados no círculo eleitoral. O Bloco de Esquerda elege 4, a CDU 2 e o PAN, tal como o CDS-PP, elegem 1 deputado das eleição no Porto.  A lista completa dos mandatos atribuídos pode ser consultada aqui.

Já nas últimas legislativas, em 2015 , o vencedor desta freguesia do Porto, tinha sido o Partido Social-Democrata, na altura coligado com o CDS-PP. O número de recenseados na freguesia diminui face ao ano passado, contrariando a tendência nacional. Estão inscritos 21846 votantes e foram às urnas apenas 13199 pessoas, o que se traduz numa abstenção de 39,68%. Destaca-se na freguesia, o crecimento da força do PAN em quase 2% face às ultímas eleições legislativas e a descida da CDU em 1,4% do número de votos.

 

Filipe Meirinho

NOS ALIVE ’19: Jorja Smith, Bon Iver, The Cure e muito mais

Jorja Smith junta-se a nomes como The Cure e The Smashing Pumpkins, nos dias 11, 12 e 13 de julho, no Passeio Marítimo de Algés. Os bilhetes para o festival de verão já estão à venda e as confirmações continuam a chegar.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

foto: facebook do NOS Alive

A mais recente confirmação da 13ª edição do festival NOS Alive é a cantora britânica Jorja Smith. A vencedora de um Brit Awards “Choice Award” vai atuar pela primeira vez em Portugal. No Palco Sagres, vai apresentar o seu álbum de estreia “Lost & Found”, no dia onze de julho.

A primeira confirmação do festival, também para o dia onze, foram os The Cure. A banda liderada por Robert Smith foi a escolhida como cabeça de cartaz da primeira noite do Palco NOS. Segundo a página oficial do NOS Alive, o concerto conta com sucessos internacionais como “Boys Don’t Cry”, “Just Like Heaven” e “Friday I’m In Love”, alguns dos temas preferidos dos fãs e muitas surpresas.

Outra estreia em Portugal confirmada é Tash Sultana. A artista australiana vai apresentar o álbum de estreia “Flow State”, lançado no passado dia 31 de agosto. A cantora do single “Jungle”, música de destaque do jogo da FiFA 18, atua dia doze de julho no Palco Sagres.

A banda de folk norte-americana Bon Iver foi a segunda confirmação do festival. Aclamados pela crítica especializada e pelos fãs, Bon Iver já arrecadou dois Grammy. “Skinny Love” e “Holocene” são alguns dos mais famosos temas da banda ouvidos em todo o mundo. Atuam pela primeira vez no NOS Alive, na última noite, dia treze, no palco NOS.

O último dia conta ainda com The Smashing Pumpkins. A lendária e influente banda de rock alternativo, vencedora de vários prémios, sobe ao palco NOS no dia treze. Traz ao Passeio Marítimo de Algés a celebração do novo longa duração “Shiny and Oh So Bright, Vol. 1 / LP: No Past. No Future. No Sun”, lê-se na página oficial do festival.

 

O bilhete diário para o festival custa 65 euros, e o passe de três dias custa 149 euros. Existem ainda os fã Pack FNAC, o acesso ao camping do NOS Alive‘19 e outros packs para proporcionar a melhor experiência possível às pessoas. Toda a informação sobre os bilhetes pode ser encontrada aqui.

Francisca Barroso up201706844

Guimarães: Sondagens apontam à continuidade socialista

Adivinha-se mais uma vitória do PS em Guimarães nas eleições autárquicas do dia 1 de outubro.

Tudo aponta para a continuidade de Domingos Bragança na presidência da Câmara Municipal de Guimarães. A sondagem mais recente aponta para a maioria absoluta do candidato do PS, com 54% dos votos, um aumento de 7% comparativamente ao ato eleitoral de 2013.

Os socialistas estão na liderança da Câmara Municipal de Guimarães desde 1989. António Magalhães subiu pela primeira vez ao poder nesse ano, conseguindo depois outras cinco maiorias absolutas, consecutivamente. A imposição da lei relativa à limitação de mandatos impossibilitou a continuidade de Magalhães, mas não a do partido, que continuou a ver depositada em si a confiança dos vimaranenses.

A aposta na continuidade é assumida pelo PS, baseando a sua campanha no lema “Continuar Guimarães”.

A maior ameaça à continuidade é a coligação que procura ser uma alternativa à hegemonia socialista: a coligação “Juntos por Guimarães”, que reúne os partidos PSD, CDS-PP, MPT, PPM, e PPV/CDC. Esta surge na mesma sondagem com 30,7% dos votos, resultado idêntico ao obtido nas eleições autárquicas de 2013.

O líder da coligação, André Coelho Lima, assumiu recentemente a possibilidade de se coligar com a CDU de Torcato Ribeiro no caso de precisar do apoio de um vereador para governar. No entanto, os 6% apontados aos comunistas nesta sondagem não chegam para estes reelegerem o vereador que atualmente têm.

Wladimir Brito, candidato do Bloco de Esquerda, deverá ter apenas 4% dos votos, falhando também a eleição de qualquer vereador.

O estudo de opinião foi efectuado pela Eurosondagem, nos dias 25 e 26 de Junho de 2017, através de 708 entrevistas validadas.
A escolha foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo, e desta forma aleatória resultou, em termos de sexo, Feminino – 52,1% e Masculino – 47,9%.
No que concerne à faixa etária, dos 18 aos 30 anos foram entrevistados 17,1%; dos 31 aos 59 – 51,1%; com 60 anos ou mais – 31,8%).
O erro máximo da amostra é de 3,67%, para um grau de probabilidade de 95,0%.
Um exemplar deste Estudo de Opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Luis Miguel Rocha