Arquivo de etiquetas: Policia Judiciária

Crime: PJ investiga casos de fraude fiscal e burla qualificada

A Polícia Judiciária iniciou hoje, em Lisboa, Funchal e Sesimbra, uma investigação por suspeita da prática de crimes de administração danosa, burla qualificada, fraude fiscal e branqueamento.

Fonte: Polícia Judiciária

Em comunicado no seu site, a PJ diz, em conjunto com o Ministério Público (MP), a Autoridade Tributária (AT) e Juízes de Instrução Criminal (JIC), estar a investigar um grupo económico que “tem incumprido com os contratos e recorrido aos mecanismos de renegociação e reestruturação de dívida para não a amortizar.”

Através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção e com apoio de outras unidades, A operação da PJ identificou procedimentos internos em processos de concessão, reestruturação, acompanhamento e recuperação de crédito, contrários às boas práticas bancárias e que caracterizam a prática de crime.

Entre 2006 e 2009, este grupo económico contratou quatro operações de financiamentos com a CGD, no valor de cerca de 439 milhões de Euros, tendo causado um prejuízo de quase mil milhões de Euros à Caixa Geral de Depósitos (CGD), ao Novo Banco (NB) e ao Millennium BCP.

Com o inquérito a correr termos no DCIAP, esta operação envolveu 180 profissionais, 138 da PJ, 26 da AT, 9 do MP e 7 JIC e já foram efetuadas 51 buscas, sendo, 22 buscas domiciliárias, 25 buscas não domiciliárias, 3 buscas em instituição bancária e 1 busca em escritório de advogado.

Carolina Pizarro

Crime: PJ investiga “grupo económico” por suspeita de desfalque a bancos

A Polícia Judiciária (PJ) iniciou, hoje, uma operação em Lisboa, Funchal e Sesimbra no âmbito de uma investigação em curso relativa a suspeitas de vários crimes de corrupção.

Fonte: Polícia Judiciária

Em comunicado de imprensa, a PJ afirmou que esta operação “incidiu sobretudo num grupo económico, que entre 2006 e 2009, contratou 4 operações de financiamentos com a CGD [Caixa Geral de Depósitos], no valor de cerca de 439 milhões de Euros.”. Para tal, foram mobilizados 180 profissionais de várias instituições de autoridade e realizadas 51 buscas.

O grupo é suspeito de vários crimes: administração danosa, burla qualificada, fraude fiscal e branqueamento. A investigação decorre desde 2016, altura na qual foram identificados vários processos que poderiam configurar a prática de crime. Desde então,  “[o grupo] tem incumprido com os contratos e recorrido aos mecanismos de renegociação e reestruturação de dívida para não a amortizar”, afirma a PJ.

Atualmente, a CGD, o Novo Banco e o Millennium BCP, contam com um prejuízo de quase mil milhões de euros.

 

Marta Sofia Ribeiro

Detida traficante de estupefacientes em estabelecimento prisional

A Polícia Judiciária deteve ontem uma mulher indiciada pela prática do crime de tráfico de estupefacientes no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira.

 

A detenção ocorreu quando a funcionária de uma empresa privada que presta serviço no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira entrava nas instalações para iniciar a sua jornada laboral. Transportava, de forma oculta, duas placas de haxixe, suficientes para 520 doses individuais, que fornecia à população reclusa.

A mulher de 39 anos tinha sido identificada pela Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, e indiciada pelo crime de tráfico de estupefacientes agravado.

A detida, que trabalhava como cozinheira, foi presente a primeiro interrogatório judicial. Foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão domiciliária.

O anúncio foi feito hoje pela Polícia Judiciária, que contou, durante a investigação, com a colaboração dos serviços da DGRSP afetos àquele estabelecimento prisional.

 

Ana Mafalda Silva, Turma 2

“Operação Senhores da Terra” levada a cabo no Algarve

Desencadeou hoje a “Operação Senhores da Terra”. A polícia judiciária, com a colaboração do DIC de Portimão e da GNR, em inquérito dirigido pelo DIAP de Faro, realizou duas dezenas de buscas domiciliárias, bem como busca num cartório notarial, na região do Algarve.

A operação centra-se na investigação da atividade ilícita organizada, praticada por um grupo de pessoas que se apropriam, de forma fraudulenta, de edifícios rústicos e urbanos, na região algarvia, recorrendo de forma ilegal à “usucapião”.

O inquérito em curso pretende desvendar os autores das práticas ilegais, bem como apurar pormenores sobre a situação. A investigação permitiu, até agora, identificar vinte e cinco imóveis, possivelmente usurpados pelos suspeitos, aos proprietários legais.

Em comunicado de imprensa, a Polícia Judiciária revela que foram detidas sete pessoas, das quais cinco homens e duas mulheres. Da mesma forma, foram constituídos dezoito arguidos e apreendidos doze imóveis.

A mesma fonte admite que é possível que se detetem mais situações semelhantes de práticas e apropriações ilegais.

Segundo a Polícia Judiciária, os detidos vão ser apresentados à autoridade Judiciária competente para aplicação das medidas de coação mais adequadas.

 

Sofia Gama Aires Ferreira, turma 1.

PJ anuncia detenção de tentativa de homicídio

A Polícia Judiciária anunciou, hoje, que o seu mandato de detenção europeu obteve resultados pelas autoridades francesas. O alegado agressor é um homem de 20 anos e responde agora pelo crime de tentativa de homicídio qualificado.

No passado mês de Março, uma dicussão entre três homens numa estação de comboios, na zona do Seixal resultou na agressão a um deles. A vítima foi agredida a soco, pontapeada e esfaqueada no crânio. Segundo o comunicado da PJ, o incidente deixou graves sequelas ao homem agredido.

O detido já foi presente às autoridades judiciárias competentes, que lhe decretaram prisão preventiva.

Rita Cardoso

Português detido em França por tentativa de homicídio

 

As autoridades francesas detiveram e extraditaram um homem, de 20 anos, suspeito de crime de homicídio qualificado, na forma tentada. Tudo ocorreu no mês de março, na zona do Seixal, divulgado ontem, dia 26 de Maio de 2015, pela PJ de Setúbal.

De acordo com a Policia Judiciária, o jovem detido é um de dois suspeitos de agressão a outro indivíduo da mesma idade, a soco, ao pontapé e golpes com uma arma branca. A tentativa de homicídio teve origem em discussões no passado mês de março numa estação de transporte ferroviário, na zona do Seixal, Setúbal.

Em comunicado do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, a PJ fez informar que o jovem foi detido na sequência da emissão de mandado de detenção europeu e presente às autoridades judiciárias competentes, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de prisão preventiva.

Natanael Vieira