Arquivo de etiquetas: Música

Super Bock Super Rock regressa aos palcos em 2021, de 15 a 17 de julho.

O festival Super Bock Super Rock volta a realizar-se em 2021, na sua 26ª edição, que conta com um cartaz completo para o seu regresso.

Fonte: BLITZ

Esta edição do Super Bock Super Rock vai contar com nomes como A$AP Rocky, Brockhampton, Foals e Da Baby, assim como também Hot Chip, Slow J, Kali Uchis, etc.

Após um “ano sabático” devido à situação pandémica, o festival regressa em força, com bilhetes à venda para a edição deste ano e ainda um secção online de FAQs dedicada às perguntas relativas ao reagendamento do Super Bock.

Toda a informação sobre o Cartaz, Bilhetes, Alojamento e Serviços estão disponíveis no site do Festival Super Bock Super Rock e nas respetivas redes sociais, Instagram e Facebook, assim como ainda na App do festival, já disponível na App Store e na Play Store.

O Super Bock Super Rock deste ano terá lugar, como usual, na Herdade do Cabeço da Flauta, junto à praia do Meco, em Sesimbra.

Apesar de ter visto a sua edição de 2020 adiada, o festival de música pode contar este ano com um bom regresso e calorosas boas vindas por parte do público.

Artigo por Inês Rafael Mendes

North Music Festival vai ser em setembro na Alfândega do Porto

O North Music Festival adiou as datas para 30 de setembro a 2 de outubro porque decidiu salvaguardar a segurança do público e manter as bandas já anunciadas. O festival musical vai decorrer na Alfândega do Porto e continuam como cabeças-de-cartaz os Deftones, The Script e The Waterboys.

 

comunicado oficial do North Music Festival anuncia que esta vai ser uma edição inédita de três dias em vez de dois. A organização do evento afirma que tem estado em constante articulação com a Direção-Geral da Saúde para garantir as medidas de saúde e segurança no festival. Jorge Veloso, diretor da Vibes & Beats, diz estar confiante na previssão do Gorverno de atingir-se a imunidade de grupo e permitir a realização responsável dos concertos musicais.

Com a crise sanitária de 2020, o festival teve que ser adiado para maio deste ano. No entanto, as datas foram reagendadas para outono e dessa maneira manter as bandas convidadas para o evento.

O North Musical Festival confirma também  nas suas redes sociais oficiais a participação de bandas como: PAUS, Moonspell, Bizarra Locomotiva e Paraguaii.

 

Hellen Carvajal

Créditos ao sitio oficial web do festival

Beach Party 2021 ocorrerá nos dias 25 e 26 de Junho

A 13.ª maior beach party da Europa ocorrerá na Praia do Aterro do Norte, em Matosinhos nos dias 25 e 26 de junho de 2021 e conta com duas atrações confirmadas: o holandês Martin Garrix e o português Karetus.

O festival agendado para os dias 27 e 28 de junho de 2020 em virtude da pandemia global da COVID-19 foi reagendado para 2021, cumprindo as determinações das entidades competentes e regras da DGES. Os bilhetes adquiridos ano passado continuam a valer para as novas datas desse ano, não sendo necessária a troca ou emissão de novos bilhetes. Além de já estarem a venda bilhetes de um dia ou passes de dois dias. A idade mínima para ir ao festival é de 6 anos.

O Beach Party é organizado desde 2007 pela Rádio Nova Era no concelho de Matosinhos e em 2019 apresentou a maior produção audiovisual do país! A Galp é o naming sponsor do festival a qual possibilitou que a Zona Vip melhorasse e ainda desenvolveu atividades paralelas ao evento, bem como um food court.

Os bilhetes estão disponíveis no sítio web do próprio festival e na bilheteria FNAC com diversas opções de compra que vão desde 85€ – Passe VIP de 2 dias, 50€ – Bilhete VIP 1 dia, 35€ Passe 2- dias e 25€ -Bilhete de 1 dia. Mas atenção que esses valores são ate o dia 24 de junho, nos dias do evento o preço, apenas dos passes de 2 dias e bilhetes de 1 dia, aumenta 3€ cada.

Os bilhetes diferem respetivamente em relação ao Bilhete VIP 1 dia – Entrada Prioritária, Zona Lounge com vista privilegiada sob o recinto, 1 Bebida Branca ou 2 de Cápsula e o Passe VIP 2 dias – Entrada Prioritária, Zona Lounge com vista privilegiada sob o recinto, 2 Bebidas Brancas ou 4 de Cápsula.

Para mais informações a cerca do festival acesse o Galp Beach Party.

Carolina Okumura

Cultura: Vodafone Paredes de Coura traz a música de volta aos palcos de 18 a 21 agosto

O festival de música Vodafone Paredes de Coura lançou alguns dos nomes que vai acolher nos palcos à beira rio em agosto de 2021.

Fotografia de Hugo Lima

O cartaz da 28ª edição vai contar com nomes como Mall Grab, Princess Nokia, BADBADNOTGOOD, Floating Points, entre outros.  Toda a informação sobre o Cartaz, Agenda, Bilhetes etc. está disponível na aplicação Vodafone Paredes de Coura, que pode ser descarregada na Play Store ou App Store.

A 7 de maio de 2020, a organização anunciou, no Instagram do festival, que “A vigésima oitava edição do Vodafone Paredes de Coura” só se realizaria em 2021. Este ano, o festival terá que fazer valer pelo ano em que, na Praia Fluvial do Taboão, não ecoaram as vozes dos artistas que todos esperavam.

“A música regressa em agosto de 2021 para o maior encore de sempre”

Os Passes Gerais 2020 têm que ser trocados para 2021, garantindo a entrada no recinto. E, segundo a app do festival, uma vez trocado, o bilhete não será reembolsado.

 

Renata Mendes – up201907758

Festivais de verão com grandes confirmações para 2021

The Strokes, Tame Impala, Foo Fighters e The National. 2021 será o grande ano para os festivais de verão que tiveram de pôr em espera os espetáculos, devido à pandemia da covid-19. Conheça as principais confirmações.

Ninguém estava à espera de um ano tão atípico como foi o de 2020. As rotinas tiveram de se alterar, e não foi exceção para os festivais de música que são sempre tão bem acolhidos em Portugal. Mesmo tendo sido postos em lista de espera, os organizadores dos festivais não perderam tempo em remarcar as datas para o ano seguinte, mantendo a maioria das confirmações que já haviam lançado e acrescentando outras.

O NOS Alive 2021conta com a presença de Red Hot Chili Peppers, The Strokes, The National, Alt-J, Parcels, e muito mais. O rock alternativo continua a liderar o cartaz do festival, desde a sua primeira edição em 2007. Irá realizar-se no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, de 7 a 10 de julho. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais, a preços que vão dos 69 euros (diário) aos 189 euros (passe de 4 dias).

Cartaz NOS Alive para 2021

Dentro da música alternativa, o Vodafone Paredes de Coura já lançou também as suas confirmações. Os festivaleiros poderão voltar à Praia Fluvial do Tabuão em Paredes de Coura nas últimas semanas de Agosto.O festival de culto desde 1993 não deixa ninguém indiferente com a bela paisagem e sempre com as melhores confirmações dentro do género musical acolhido pelo festival. Para 2021, conta com a presença de Mac DeMarco, Yellow Days e Idles. Conheça o cartaz completo.

Também o Super Bock Super Rock voltará em 2021, com um cartaz muito completo já anunciado. De acordo com a página oficial do festival, como cabeças de cartaz estão artistas de Hip hop e  R&B, como Brockhampton, Asap Rocky e Kali Uchis. Apesar da predominância deste género musical no cartaz, o festival não perde o seu caráter de origem, mantendo confirmações na área do Rock/Indie Rock, como é o caso dos Foals e Local Natives que marcarão novamente presença em Portugal. O festival realiza-se no Meco, em Sesimbra, de 15 a 17 de Julho.

O Rock in Rio já confirmou um leque variado de artistas para cada dia do festival que irá realizar-se durante o mês de junho em Lisboa. Abrangendo Rock, Pop, Hip Hop, Elétronica e New Wave, o festival do cartaz conta com a presença de artistas com grande renome como Foo Fighters, The Black Eyed Peas, Post Malone e Duran Duran.

Outro festival que já lançou confirmações muito variadas dentro de vários géneros musicais é o Meo Sudoeste, que terá lugar nas terras quentes alentejanas, em Zambujeira do Mar. Conheça o cartaz completo na página oficial do Meo Sudeoeste.

Na região Norte do país, realiza-se o NOS Primavera Sound, no coração da cidade do Porto. Conta com grandes nomes internacionais como Tyler The Creator, Tame Impala, Pavement, Doja Cat e Bad Bunny. Entre 10 e 12 de junho, o festival a realizar-se no Parque da Cidade já tem os bilhetes à venda, com preços que vão dos 60 euros (diário) aos 135 euros (passe geral). Confira o cartaz completo.

Cartaz Nos Primavera Sound 2021

 

Inês Lopes

 

Festivais de Verão no Norte do Portugal – O que esperar em 2021?

 

Após um ano pouco festivaleiro devido aos impedimentos da covid-19, vários festivais de Verão do Norte do país estão em preparativos para regressar em 2021. Algumas organizações já revelaram datas e nomes confirmados.

As praias ficaram vazias e não se viram tendas de campismo pelos parques. A pandemia da covid-19 obrigou o Governo Português a suspender os festivais de verão por todo o país. Nos distritos do Porto e Viana do Castelo, as organizações de alguns dos festivais mais sonantes do panorama musical português vão levantando o véu e mostram o que se pode esperar para o ano vindouro.

 

EDP Vilar de Mouros

A organização do festival mais antigo de Portugal já confirmou para 2021 nomes incontornáveis da música internacional como o veterano Iggy Pop e as bandas britânicas Suede e Placebo. Também já há confirmações de nomes nacionais como The Legendary Tigerman e Tara Perdida.

Diogo Marques, da organização do festival, declarou à Lusa em Maio, que o festival seria adiado devido às condições de sanitárias e de saúde, mas afirmou o esforço em manter os nomes confirmados para 2020, no seguinte ano.

O festival vianense terá lugar na terra homónima, no Concelho de Caminha entre os dias 26 e 28 de Agosto de 2021. O passe diário tem um valor de 40€ e o passe geral de 80€.

 

Vodafone Paredes de Coura

A organização do Festival Vodafone Paredes de Coura confirmou nomes lendários do panorama do rock alternativo como Mão Morta, Pixies, assim como a aposta em nomes emergentes no contexto internacional como Yves Tumor & Its Band, os punk-rockers IDLES e o cantautor Mac DeMarco.

O festival de música alternativa que se apelida de “Couraíso”  foi também adiado aquando da proibição de realização de festivais de verão por parte do Governo, em Maio, e João Carvalho da organização revelou a sua tristeza com a necessidade de adiamento do festival para 2021, ressalvando também a “mágoa de não poder ajudar o comércio corrente” que depende muito do festival.

O festival realizar-se-á junto à praia do Taboão em Paredes de Coura, entre os dias 18 e 21 e Agosto. Os passes têm o preço de 110€ e ainda não foram revelados informações para os ingressos diários.

MEO Marés Vivas

No site do festival MEO Marés Vivas, a sua organização anunciou a 11 de Maio de 2020, a intenção de adiar o festival para o ano seguinte, 2021.

Estão já confirmados para o Festival gaiense nomes da pop internacional como Liam Payne, Anitta e Jessie J.

O festival terá lugar no fim-de-semana de 16 a 18 de Julho de 2021, na Antiga Seca do Bacalhau em Vila Nova de Gaia.

Fotografia do concerto de Manel Cruz na edição do MEO Marés Vivas de 2018 – RTPfesti

Nos Primavera Sound

A organização do NOS Primavera Sound, após o cancelamento de 2020, anunciou no seu site que o Festival estaria a “olhar para 2021 com o melhor cartaz da sua história”.

O festival portuense, como tem vindo a ser habitual, revelou já o seu cartaz na íntegra, e nele constam nomes internacionais como Tyler. The Creator, Beck, Tame Impala e Gorillaz, assim como estrelas em ascenção como Doja Cat e Bad Bunny. O festival conta também com um vasto elenco lusófonos, com a presença de artistas como Chico da Tina, David Bruno e Nídia.

A realizar-se no Parque da Cidade do Porto, o festival NOS Primavera Sound terá lugar entre os dias 10 e 12 de Junho de 2021. O bilhete diário custa 60€ enquanto que o passe geral tem o preço de 120€. O festival tem também um passe geral VIP com o valor de 200€.

NOS Primavera Sound – fotografia de Bene Riobó

North Music Festival

O North Music Festival, que tem lugar na Alfândega do Porto, revelou, para o seu cartaz, nomes como Deftones, The Script e The Waterboys.

A organização do festival perante as condições de pandemia, colocou um comunicado no seu site, anunciando o adiamento do festival para 2021. Aproveitaram também para confirmar que a edição do ano vindouro seria inédita por ter três dias, ao invés dos comuns dois e que os bilhetes adquiridos previamente continuariam válidos para a edição seguinte.

O North Music Festival terá lugar entre os dias 20 e 22 de Maio. O bilhete diário tem um valor de 50€ e o passe geral de 75€.

 

Neopop

O maior festival de música eletrónica do país, Neopop, depois do seu cancelamento em 2020, ainda não tem nenhum nome confirmado no seu cartaz.

São no entanto conhecidas já as datas para o evento no próximo ano, tendo lugar entre o dias 11 e 14 de Agosto de 2021. O valor dos passes gerais é de 90€, não havendo ainda informação sobre outros modelos de ingresso.

 

Fernando Antunes da Costa

Rock in Rio – Retrospectiva do Festival em Lisboa

O Rock in Rio é um dos festivais de música mais famosos da atualidade, teve sua última edição em Lisboa em 2018 e como de praxe, a próxima será em 2020.

Em números, o festival originalmente brasileiro conta com 20 edições desde 1985, 2.038 artistas convidados e mais de 9,5 milhões de pessoas na platéia. E ainda 73 milhões de árvores foram doadas à Amazônia, devido ao caráter de consciência ambiental do festival e seu projeto “Por um Mundo Melhor”, que já doou 700 mil dólares para compensar suas emissões de carbono.

“Percebi que as armas que tenho para conseguir tornar o mundo um pouco melhor são a música e o festival. É o que eu sei fazer bem.”

Roberto Medina – Fundador do RIR

A história do festival em terras lusas começou em 2004, quando ocorreu em Lisboa a primeira edição fora do Brasil. Nesta edição, cerca de 9 mil empregos foram gerados pelo festival que ocupou os 200 mil metros quadrados do Parque Bela Vista e recebeu cerca de 386 mil pessoas. No Palco Mundo, recebeu o ilustre Sir Paul McCartney e deixou a capital lusa marcada para sempre no circuito dos festivais de música.

Em 2006 ocorreu a segunda edição, com participações de vários artistas internacionais como a cantora brasileira Pitty. Desde então, o festival é recorrente a cada 2 anos, já contando com 8 edições realizadas em Portugal.

Na edição de 2008, surgiu o Palco Sunset que dava espaço para os mais diferentes géneros musicais e experimentações. Funcionou tanto que hoje é marca registrada do RIR em qualquer uma das suas edições, até mesmo as realizadas em Espanha e Estados Unidos da América. Também contou com Rod Stewart e seu romantismo para encantar a platéia.

A 4ª edição em Portugal, em 2010, ficou marcada pelo sucesso do line-up que contou com a cantora norte-americana Miley Cyrus, levando mais de 88 mil pessoas ao seu concerto numa noite de sábado.

A 5ª edição, em 2012, trouxe Ivete Sangalo, a “rainha do Brasil” para o velho mundo, agitando os europeus com sua baianidade e alegria. Sempre inovadores, esta edição em Lisboa criou também a Street Dance, uma mistura do Rock in Rio com arte urbana, mostrando que as coreografias de rua das grandes cidades tem tudo a ver com o festival.

Em 2014, em comemoração aos 10 anos do festival em Portugal, o line-up foi “caprichado” e os 4 dias de festa contou com um histórico concerto dos Rolling Stones com participação também de Bruce Springsteen e Justin Timberlake.

Na edição de 2016, grandes artistas apareceram no line-up do festival que foi um sucesso. A icónica banda Queen & Adam Lambert fizeram uma apresentação memorável na “Cidade do Rock Portuguesa” no Parque Bela Vista. Também performaram os Maroon 5 e Bruce Springsteen. Esta edição teve grande repercurssão mediática ao fato dos portugueses terem arrecadado um valor que permitiu a plantação de 40 mil árvores, abraçando o projeto “Amazonia Live” do festival.

Em 2018, na última edição do festival, o line-up trouxe nomes fortíssimos da música, em diversos géneros como rock, pop, indie, entre outros. Alguns dos head-liners foram Muse, The Killers e Bastille. E grandes artistas femininas como Katy Perry, Demi Lovato e Jessie J também pisaram no palco mundo como cabeças de cartaz em Lisboa. Que contou ainda com a famosíssima cantora de funk brasileira, Anitta. Em números, a edição 2018 contou com 150 horas de emissão, ao vivo, pelas rádios do Grupo Renascença Multimédia. Além de 264 actuações musicais e de entretenimento nos 4 dias de festival.

A próxima edição do festival em Lisboa ocorrerá em Maio de 2020 e já possui a confirmação da grande banda de rock Foo Fighters como headliner.

 

Texto de autoria de Giulia Pedrosa.

Turma 3 de Técnicas de Expressão Jornalística II – Online.

 

Verão 2019: a música que por aí vem

Com o Natal à porta, começam a chegar as primeiras confirmações dos tão esperados festivais de verão.

Esta é das poucas estratégias de marketing de que ninguém se queixa. Os artistas começam a ser anunciados a tempo de se oferecerem bilhetes como prenda de Natal. É bom para os promotores dos festivais, é bom para as bandas e é bom para os felizardos que recebem estas prendas especiais.

Ao longo das últimas semanas, as equipas de comunicação dos festivais do país têm feito um trabalho excecional na criação daquele suspensezinho. Os primeiros nomes estão aí e já têm gerado muitos gritos de alegria pelo país fora.

Mapa dos principais festivais de verão portugueses. Infografia: Sofia Matos Silva.

Começando pelo norte, o Vodafone Paredes de Coura já tem confirmados nomes como The National, Boy Pablo, Kamaal Williams, Acid Arab e o regresso dos Car Seat Headrest. Mais bandas continuarão a ser anunciadas nos próximos dias; no entanto, o público do festival courense é um que regressa fielmente ano após ano, independentemente do programa.

A poucos quilómetros e dias de distância realiza-se o EDP Vilar de Mouros. O acarinhado festival minhoto ainda não divulgou quaisquer nomes, mas estes são esperados para breve.

Da organização do NOS Primavera Sound ainda só se conseguiu silêncio. Do cartaz, que é mantido no segredo dos deuses ano após ano, e que é divulgado na íntegra, nada se sabe, mas os packs Fnac já estão nas lojas e os fervorosos fãs do festival já estarão a esvaziar as prateleiras. No entanto, o cartaz do Primavera-mãe – o de Barcelona – foi divulgado esta semana e, a partir deste, podem prever-se grande parte dos atos que estarão no Porto em junho do próximo ano.

Do outro lado do Douro está o recinto do MEO Marés Vivas. O festival que inaugurou as novas instalações o ano passado conta com um veterano – no mundo da música e no próprio festival – divulgado esta segunda feira: Sting.

Mas em Portugal também se realizam festivais pequenos com bastante qualidade e não são só os grandes festivais que merecem destaque.

North Music Festival, que se realiza anualmente na Alfândega do Porto, irá permitir que os festivaleiros tenham um encontro antecipado – porque este é um festival de maio – com a emoção do verão, com os Franz Ferdinand confirmados já no alinhamento.

A EDP Beach Party, em Matosinhos, também costuma reunir milhares de jovens do norte do país, mas o cartaz ainda não é conhecido. O mesmo se refere para o Sumol Summer Fest, na Ericeira.

Assim, descendo ao sul do país, temos os inúmeros festivais que têm casa na Grande Lisboa.

O EDP Cool Jazz contava já com dois nomes no alinhamento: H. Manuel Possolo e Diana Krall. Hoje, anunciaram o regresso de Jamie Cullum a Portugal.

No mais destacado festival português começa já a delinear-se o que se afigura como um programa promissor. No NOS Alive de 2019 estão já confirmados os The Cure, Bon Iver, The Smashing Pumpkins, Jorja Smith, Tash Sultana, Pip Bloom e Sharon Van Etten.

O Super Bock Super Rock, que ontem anunciou o regresso do festival ao Meco, anuncia hoje o regresso de Lana del Rey.

O Rock in Rio é mencionado apenas com intenção informativa. O festival não desapareceu, apenas regressou à sua casa-mãe, o Rio de Janeiro. Regressa a Lisboa em 2020.

Por último, o festival de grande dimensão mais a sul do país, o MEO Sudoeste, realizar-se-á, como é habitual, na Zambujeira do Mar. Os primeiros elementos do cartaz são esperados para as próximas semanas.

Sofia Matos Silva (Turma 1)

Atualização (07/12/2018):

O NOS Alive confirmou Thom Yorke para dia 13 de julho.

O Vodafone Paredes de Coura anunciou Father John Misty para dia 16 de agosto.

O EDP Vilar de Mouros divulgou Prophets Of Rage, Skunk Anansie, Fischer-Z e Linda Martini como primeiras atuações da edição de 2019.

 

O guia temporário para os festivais de verão de 2019

A época alta dos festivais de música em Portugal tem início em junho e término em agosto. É por volta de Outubro e Novembro que os primeiros nomes para as edições do ano seguinte começam a ser anunciados. Como tal, segue um apanhado dos artistas e bandas já confirmados nos festivais portugueses de maior nome para 2019.

Principalmente a nível europeu, Portugal é visto como um dos países mais substanciais a nível de festivais de primavera e verão. Para além de enriquecerem a cultura portuguesa, os eventos atraem também imensa gente para o país e as cidades onde são realizados, em específico.

NOS Alive 2019

Indiscutivelmente o maior e mais popular festival de música de Portugal, o NOS Alive foi também o pioneiro nas confirmações. O evento, que toma lugar no Passeio Marítimo de Algés, em Lisboa, já conta com vários nomes, inclusive o de uma cabeça de cartaz.

O primeiro dia do festival, 11 de julho, vai ser encabeçado por The Cure, no Palco NOS, com Jorja Smith e Sharon Van Etten, a mais recente garantia, a assegurar o Palco Sagres.

Já o último dia, 13 de julho, vai estar a cargo de Bon Iver e The Smashing Pumpkins no palco principal, sem qualquer confirmação para o secundário. Contrariamente, o segundo dia, 12 de julho, já conta com duas confirmações para o Palco Sagres – Tash Sultana e Pip Bloom – e nenhuma para o palco NOS.

Como tem vindo a acontecer em anos passados, o NOS Alive optou pela primazia, revelando prontamente e com alguma rapidez as suas confirmações, de maneira a captar o público desde cedo. O último anúncio, de Sharon Van Etten, foi feito ainda hoje pela organização. A lotação para a edição de 2018 esgotou completamente um mês antes. Os bilhetes diários e passes gerais já se encontram disponíveis para a do próximo ano.

Vodafone Paredes de Coura

Seguindo a estratégia de marketing do NOS Alive, também o famoso festival do Norte começou desde cedo a lançar confirmações – e grandes – para o seu cartaz, como é habitual. A primeira de todas foi os já conhecidos dos palcos portugueses – The National -, para o primeiro dia do evento – 14 de agosto. A organização do festival não descansou e anunciou, um dia depois, a presença de mais dois nomes – o indie rock de Boy Pablo e o duo parisiense Acid Arab, que sobem ao palco no segundo dia do festival, 15 de agosto.

Logo de seguida, também Car Seat Headrest e Kamaal Williams foram confirmados para o festival – a banda no dia 15 agosto e o artista de jazz no último dia, 17 de agosto. Ainda não existem divulgações referentes ao terceiro dia, 16 de agosto.

O Vodafone Paredes de Coura está de regresso à Praia Fluvial do Taboão de 14 a 17 de agosto e o campismo que tanto o caracteriza também. Os passes gerais já estão à venda nos locais habituais.

Car Seat Headrest Fonte: Facebook

Super Bock Super Rock

Apesar de ter esperado mais do que a maioria dos festivais com quem compete diretamente, o Super Bock Super Rock também já anunciou um nome – e um bem desejado do público português – Lana Del Rey, que passou cá pela última vez em 2012, no mesmo festival.

Esta confirmação seguiu o anúncio feito ontem pela organização acerca do regresso do evento para o Meco, onde se realizou entre 2010 e 2014.

A 25ª edição do SBSR realiza-se entre 18 e 20 de julho. Tanto os bilhetes diários como os passes gerais já se encontram à venda.

MEO Marés Vivas

O festival nortenho, como o SBSR, anunciou apenas um nome do seu cartaz até agora – Sting. O músico britânico regressa assim a um palco que bem conhece, dado que atuou na edição de 2017 do mesmo festival.

O MEO Marés Vivas regressa a Vila Nova de Gaia de 19 a 21 de julho. O bilhetes diários e os passes gerais já estão à venda em todos os locais habituais.

Sting no MEO Marés Vivas 2017 Fonte: Noite e Música

NOS Primavera Sound

Fiel à sua estratégia de marketing de anos anteriores, o maior festival de música da cidade do Porto ainda não anunciou nenhum nome, sendo que tudo aponta para que o cartaz seja revelado por completo por volta de Fevereiro de 2019, como tem vindo a acontecer.

No entanto, os fãs de música e do festival já tiveram um cheirinho do que aí vem e podem começar a fazer apostas, visto que o cartaz do festival-irmão, o Primavera Sound de Barcelona, saiu ontem (por ligação). Entre as confirmações, encontram-se nomes como os das cantoras Erykah Badu, Kali Uchis e FKA Twigs; dos rappers Nas, Pusha T, Future e Danny Brown e das bandas Tame Impala e Interpol, que denotam o ecletismo e aposta numa grande variedade de géneros e públicos por parte da organização.

A oitava edição do NOS Primavera Sound vai decorrer de 6 a 8 de junho no Parque da Cidade do Porto. Apesar de ainda não existirem nomes, os passes gerais e os vouchers diários já se encontram à venda nos locais habituais. A edição passada foi a primeira a ultrapassar a barreira dos 100 mil visitantes e contou com um repertório onusto em vários géneros musicais e nomes tanto conhecidos como completas novidades em solo português, como Tyler, The Creator. Recorde:

São muitos os festivais e vão ser, com certeza, muitas mais as confirmações enquanto a época alta festivaleira não chega. Por enquanto, estas são as principais.

 

Adriana Pinto, up201709482

A febre dos Festivais de Verão já começa

Já se antevê um verão de grandes festivais em Portugal com nomes de calibre internacional. As primeiras confirmações incluem nomes como The National, The Cure e Sting, o que complica a vida aos festivaleiros.

Vodafone Paredes de Coura 2014, uma das edições mais concorridas (Foto: Hugo Lima)

O frio ainda mal começou, o ano de 2019 ainda nem chegou e já estamos de olho nos festivais de verão. A saudade do calor, música e diversão já aperta e Portugal continua a ter dos melhores palcos espalhados de norte a sul.

Os nomes ainda são poucos, mas já se consegue prever que as temperaturas vão subir depressa a partir de maio. O North Music Festival já anunciou Franz Ferdinand no último dia do festival, que decorrerá de 24 a 25 de maio. A Alfândega do Porto recebe a banda de rock escocesa já bem conhecida pelo público português e que ainda em julho passou por Portugal.

Frank Ferdinand no NOS Alive 2018 (Foto: Rita Carmo)

Ainda no Porto, o NOS Primavera Sound acaba de lançar o seu primeiro nome: Guided by Voices, que também faz parte do cartaz do mesmo festival em Barcelona. A banda de indie rock estreia-se em terras lusas a 7 de junho no Parque da Cidade do Porto.

Um mês depois, o VOA Heavy Rock Festival continua fiel aos seus seguidores e já tem lançados três nomes para a próxima edição, de 4 a 5 de julho. Slipknot regressam a Lisboa, para atuar no Castelo do Restelo, no primeiro dia do festival. O último concerto da banda em Portugal foi em 2009, pelo que o regresso é ansiado.

No segundo dia, o palco pertencerá aos norte-americanos Lamb of God e Slayer. Estes últimos passarão por Portugal com a digressão de fim de carreira, que já arrancou em maio deste ano, pelo que a oportunidade é única.

Slayer (Foto: Página Oficial)

Para abrir o mês de julho, o Passeio Marítimo de Algés vai encher-se com os vários nomes já lançados. The Cure deixam sempre uma marca grande em Portugal, desde o primeiro concerto, em 1989 no Estádio José Alvalade. Regressam para atuar no Palco NOS Alive, a 11 de julho, juntamente com Sharon Van Etten que já marca várias presenças na Península Ibérica.

Ainda no NOS Alive, no palco principal do dia 13 de julho, Bon Iver e The Smashing Pumpkins marcam presenças de sucessos infalíveis. No Palco Sagres deste festival atuará Pip Blom, banda holandesa que se estreia em Portugal, e Tash Sultana, jovem multi-instrumentalista australiana.

The Smashing Pumpkins no Rock in Rio Lisboa, 2012 (Foto: Manuel Lino)

De volta ao norte, o MEO Marés Vivas já começa a alterar a forma do coração de muitos. O britânico Sting estará a 21 de julho em Vila Nova de Gaia, a pisar o mesmo palco que em 2017. Apesar das inúmeras passagens por Portugal, o ex-Police continua a atrair multidões e esta digressão, “Sting: My Songs”, não será exceção.

Sting no Marés Vivas 2017 (Foto: Hugo Sousa)

Para finalizar o mês de julho da melhor forma, Diana Krall estará por Cascais no dia 24. O Hipódromo Manuel Possolo recebe a afamada cantora e pianista de jazz, na que é primeira confirmação do EDP Cool Jazz.

No mês das temperaturas mais altas, o Vodafone Paredes de Coura será o evento ideal para refrescar. As águas frias da praia fluvial do Taboão não serão suficientes para a multidão que virá para The National. A 14 de agosto, o carismático festival português receberá Matt Berninger e a sua banda com a digressão de “Sounds of the City”.

The National no Coliseu de Lisboa em 2017 (Foto: Rita Carmo)

Até dia 17 de agosto, o Paredes de Coura continua com o norueguês Boy Pablo, na linha do indie-pop rock, e Kamaal Williams pelo jazz. Para além destes, a eletrónica dos Acid Arab e as guitarras de Car Seat Headrest também virão refrescar-se..

Muitos nomes ainda estão para vir, já que outros grandes festivais ainda não revelaram as suas primeiras confirmações. No entanto, algo já fica adiantado: em 2019, o Super Bock Super Rock voltará para a praia do Meco na sua 25ª edição.

 

Cristina Torres Santos – Turma 2