Arquivo de etiquetas: meo marés vivas

Guia para festivaleiros

O inverno ainda não começou, mas já estamos alertas para os festivais de verão. Os meses mais quentes do ano trazem música dos mais variados espetros. A oferta é muita, pelo que não há como não agradar a todos.

O North Music Festival abre a época festivaleira na Alfândega do Porto, nos dias 24 e 25 de maio. A primeira confirmação foi a banda de rock escocesa – Franz Ferdinand – que regressam a Portugal no último dia do festival. O passe geral é de 55 euros e o diário de 32 euros.

Franz Ferdinand- Nos Alive 2018

No mês seguinte podemos contar com mais uma edição de NOS Primavera Sound nos dias 6, 7 e 8 de junho, no Parque da Cidade no Porto. O primeiro nome é Guided by Voices, a banda de indie rock que estará presente em Barcelona e na semana seguinte em Portugal dia 7.

Julho conta com o maior número de festivais o que torna mais difícil a escolha. Os amantes da música poderão estar no dia 4 e 5 de julho no VOA Heavy Rock Festival. Este já tem alguns nomes confirmados.  Os Slipknot regressam a Lisboa depois de 10 anos e marcam presença no primeiro dia do festival. Os Lamb of God e Slayer já confirmaram a sua passagem pelo evento no dia 5.

Slipknot

O Passeio Marítimo de Algés recebe mais uma edição de NOS Alive nos dias 11, 12 e 13 de julho. O palco principal já conta com The Cure, no primeiro dia. Dia 13, Bon Iver trará multidões ao festival. No palco Sagres a oferta vai desde Jorja SmithPip Blom, Tash Sultana e Sharon Van Etten.

O Meo Marés Vivas, a realizar-se nos dias 19, 20, 21 de julho, repete o local de estreia do ano passado- Antiga Seca do Bacalhau- em Vila Nova de Gaia. Sting já confirmou a sua passagem no último dia.

Para acabar o mês, o EDP Cool Jazz volta á cidade de Cascais. Até agora só há confirmação do dia 24, mas espera-se que haja mais 3 dias. Diana Krall pisa o hipódromo Manuel Possolo.

Diana Krall

O mês de Agosto começa com o MEO Sudoeste na Zambujeira do Mar. O festival, já conhecido pelo seu campismo, começará dia 6 e termina a 10. Ainda não há confirmações mas sabe-se que os preços variam de 48 a 120 euros.

Recinto MEO Sudoeste

O Vodafone Paredes de Coura atrai cada vez mais pessoas à Praia Fluvial do Tabotão. Não haverá espaço para os fãs dos já confirmados: The National, Boy Pablo, Kammal Williams, Acid Arab e Car Seat Headrest. A vila estará cheia de 14 a 17 de Agosto.

Super Bock Super Rock regressa á Herdade do Cabeço da Flauta, na Aldeia do Meco nos dias 19, 20 e 21 de julho. No seu 25º aniversário, o festival traz, para comemorar, a norte americana- Lana del Rey.

Lana del Rey no Super Bock Super Rock

Estas são as primeiras confirmações. Esperam-se mais nos próximos meses.

Maria Eduarda Leite, up201706912

Festivais de Verão 2019: Os confirmados até agora

Ainda nem terminou 2018 mas as confirmações para os festivais de Verão 2019 já começam a surgir. Em 2019, Portugal vai contar com a presença de músicos como Sting, Lana Del Rey e The Cure.

Aqui pode consultar o guia com os nomes confirmados para alguns dos principais festivais de Verão do próximo ano.

NOS Alive

A edição do NOS Alive do próximo ano vai voltar ao Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, entre os dias 11 e 13 de julho.

Fonte: Facebook oficial do NOS Alive.

A  banda The Cure, cabeça de cartaz e primeiro nome confirmado, vai estar logo no primeiro dia do festival. Para o palco principal estão também confirmados Bon Iver The Smashing Pumpkins, que vão entrar em cena no último dia.

Já para o Palco Sagres estão confirmados Jorja Smith, Tash Sultana, Sharon Van Etten Pip Bloom.  

Os bilhetes para o festival encontram-se à venda, com bilhetes diários a 65€ e passe geral a 149€.

Super Bock Super Rock

No próximo ano o Super Bock Super Rock vai voltar ao Meco, em Sesimbra, depois de as últimas quatro edições se terem realizado no Parque das Nações, em Lisboa.

No ano em que celebra a 25ª edição, o festival vai decorrer entre os dias 18 e 20 de julho. O único nome confirmado até agora é a cantora Lana Del Rey, de regresso ao SBSR depois da sua passagem pelo mesmo festival em 2012.

Os passes de três dias e bilhetes diários já estão à venda, a 105€ e 55€, respetivamente.

MEO Marés Vivas

Mais a norte, na Antiga Seca do Bacalhau, em Vila Nova de Gaia, vai decorrer o MEO Marés Vivas, nos dias 19, 20 e 21 de julho.

Sting é a primeira confirmação, estando de regresso ao festival após dois anos. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais por preços que vão dos 33€ (diário) aos 66€ (passe), sendo que sentiram a descida do IVA para 6% nos espetáculos culturais.

Vodafone Paredes de Coura

No mês que se segue, na Praia Fluvial do Taboão, vai decorrer mais uma edição do Vodafone Paredes de Coura, entre os dias 14 e 17 de agosto.

O primeiro dia do festival intitulado “habitat natural da música” vai contar com a presença dos The Nacional, seguindo-os Boy Pablo, Acid Arab Car Seat Headrest no dia 15 e Kamaal Williams no último dia do festival.

Os passes gerais já estão à venda pelo preço de 90€.

Com certeza  as confirmações para estes e outros festivais não vão faltar, ao longo dos próximos meses.

Rafaela Lobo

A febre dos Festivais de Verão já começa

Já se antevê um verão de grandes festivais em Portugal com nomes de calibre internacional. As primeiras confirmações incluem nomes como The National, The Cure e Sting, o que complica a vida aos festivaleiros.

Vodafone Paredes de Coura 2014, uma das edições mais concorridas (Foto: Hugo Lima)

O frio ainda mal começou, o ano de 2019 ainda nem chegou e já estamos de olho nos festivais de verão. A saudade do calor, música e diversão já aperta e Portugal continua a ter dos melhores palcos espalhados de norte a sul.

Os nomes ainda são poucos, mas já se consegue prever que as temperaturas vão subir depressa a partir de maio. O North Music Festival já anunciou Franz Ferdinand no último dia do festival, que decorrerá de 24 a 25 de maio. A Alfândega do Porto recebe a banda de rock escocesa já bem conhecida pelo público português e que ainda em julho passou por Portugal.

Frank Ferdinand no NOS Alive 2018 (Foto: Rita Carmo)

Ainda no Porto, o NOS Primavera Sound acaba de lançar o seu primeiro nome: Guided by Voices, que também faz parte do cartaz do mesmo festival em Barcelona. A banda de indie rock estreia-se em terras lusas a 7 de junho no Parque da Cidade do Porto.

Um mês depois, o VOA Heavy Rock Festival continua fiel aos seus seguidores e já tem lançados três nomes para a próxima edição, de 4 a 5 de julho. Slipknot regressam a Lisboa, para atuar no Castelo do Restelo, no primeiro dia do festival. O último concerto da banda em Portugal foi em 2009, pelo que o regresso é ansiado.

No segundo dia, o palco pertencerá aos norte-americanos Lamb of God e Slayer. Estes últimos passarão por Portugal com a digressão de fim de carreira, que já arrancou em maio deste ano, pelo que a oportunidade é única.

Slayer (Foto: Página Oficial)

Para abrir o mês de julho, o Passeio Marítimo de Algés vai encher-se com os vários nomes já lançados. The Cure deixam sempre uma marca grande em Portugal, desde o primeiro concerto, em 1989 no Estádio José Alvalade. Regressam para atuar no Palco NOS Alive, a 11 de julho, juntamente com Sharon Van Etten que já marca várias presenças na Península Ibérica.

Ainda no NOS Alive, no palco principal do dia 13 de julho, Bon Iver e The Smashing Pumpkins marcam presenças de sucessos infalíveis. No Palco Sagres deste festival atuará Pip Blom, banda holandesa que se estreia em Portugal, e Tash Sultana, jovem multi-instrumentalista australiana.

The Smashing Pumpkins no Rock in Rio Lisboa, 2012 (Foto: Manuel Lino)

De volta ao norte, o MEO Marés Vivas já começa a alterar a forma do coração de muitos. O britânico Sting estará a 21 de julho em Vila Nova de Gaia, a pisar o mesmo palco que em 2017. Apesar das inúmeras passagens por Portugal, o ex-Police continua a atrair multidões e esta digressão, “Sting: My Songs”, não será exceção.

Sting no Marés Vivas 2017 (Foto: Hugo Sousa)

Para finalizar o mês de julho da melhor forma, Diana Krall estará por Cascais no dia 24. O Hipódromo Manuel Possolo recebe a afamada cantora e pianista de jazz, na que é primeira confirmação do EDP Cool Jazz.

No mês das temperaturas mais altas, o Vodafone Paredes de Coura será o evento ideal para refrescar. As águas frias da praia fluvial do Taboão não serão suficientes para a multidão que virá para The National. A 14 de agosto, o carismático festival português receberá Matt Berninger e a sua banda com a digressão de “Sounds of the City”.

The National no Coliseu de Lisboa em 2017 (Foto: Rita Carmo)

Até dia 17 de agosto, o Paredes de Coura continua com o norueguês Boy Pablo, na linha do indie-pop rock, e Kamaal Williams pelo jazz. Para além destes, a eletrónica dos Acid Arab e as guitarras de Car Seat Headrest também virão refrescar-se..

Muitos nomes ainda estão para vir, já que outros grandes festivais ainda não revelaram as suas primeiras confirmações. No entanto, algo já fica adiantado: em 2019, o Super Bock Super Rock voltará para a praia do Meco na sua 25ª edição.

 

Cristina Torres Santos – Turma 2

Guia para os Festivais de Verão de 2019

 Com a aproximação do fim do ano, os festivais começam a anunciar os nomes principais dos seus cartazes. As primeiras confirmações são sempre importante para convencer os festivaleiros. Em 2019, Portugal vai presenciar atuações de The Cure, Bon Iver, Franz Ferdinand, Sting, entre outros. 

Há quem abra o cartaz com bandas de renome mundial como os  The cure, que abrem o Nos Alive, enquanto outros festivais ainda não anunciaram nenhum nome. Aqui encontra tudo o que precisa de saber sobre a próxima edição dos maiores festivais portugueses.

NOS ALIVE

O NOS Alive está de regresso ao Passeio Marítimo de Algés, nos dias 11, 12 e 13 de julho de 2019, depois da edição mais bem sucedida de sempre, que esgotou meses antes da abertura das portas. A assinatura “O Melhor Cartaz. Sempre!” não parece ter desiludido os festivaleiros.

O  cartaz para 2019 conta já o nome de vários artistas internacionais. A primeira confirmação foi a lendária banda britânica The Cure, cabeça de cartaz do 1º dia do festival. Para fechar o último dia, foi anunciada a banda norte-americana The Smashing Pumpkins.  Estes anúncios preservaram as altas expectativas para a próxima edição.

Fazem também parte do cartaz Bom Iver e Pimp Blom. A estrear em Portugal, estão confirmadas Jorja Smith, que cancelou a sua atuação no SBSR em 2018, e Sasha Sultana, cantora e compositora australiana. A mais recente confirmação foi Sharon Van Etten, que sobe ao Palco Sagre no dia 11.

Os bilhetes para o Nos Alives 2019 já estão à venda  na ticketline  – bilhetes diários a 65 € e passe geral a 149€.

Super Bock Super Rock

Em 2019, o Festival Super Bock Super Rock vai voltar ao Meco, na Herdade do Cabeço, em Sesimbra,  depois de quatro edições no Parque das Nações em Lisboa. Esta mudança de cenário foi anunciado no twitter do festival.

Este ano, o festival celebra 25 edições e a data já está marcada: de 18 a 20 de julho. Os bilhetes diários já se encontram à venda, diários a 55 euros e passe geral a 105 euros.

Até agora, ainda não foram anunciados nomes para o cartaz, mas, segundo a Música no Coração, está para breve.  Revelam também que o recinto do festiva será “ diferente daquele que o público conhece de edições anteriores “ com “ um tapete de vegetação, que será tratado de modo a assegurar um piso verde natural, onde estarão instalados os vários palcos” do festival.

VODAFONE PAREDES DE COURA

A praia fluvial do Tabuão ainda não está cheia de festivaleiros mas o cartaz do Vodafone Paredes de Coura já começa a encher, com data marcada para os dias 14, 15, 16 e 17 de agosto.

A primeira confirmação do festival do Alto Minho são os The National, banda muito conhecida dos palcos portugueses e que se estreou em Portugal, em 2005, no Paredes. Voltam assim às suas origens no nosso país, dia 14 de Agosto, e são seguidos pelo norueguês Boy Pablo, o duo de Paris Acid Arabic e a banda indie rock americana Car Seat Headrest no dia 15.  Para o último dia do festival está confirmado Kamaal Williams, músico e produtor musical britânico.

Na edição passada passaram pelo festival nomes como Arcade Fire, Skepta e Slowdive.

Os passes gerais já estão à venda por 90€. Os bilhetes diários estarão disponíveis brevemente.

MEO MARÉS VIVAS

O autointitulado maior festival de música do Norte já fez a primeira confirmação do cartaz: Sting. O ex-membro dos Police volta, dois anos depois, ao mesmo palco.

Sem mais confirmações de artistas, o festival também ainda não confirmou o local da edição de 2019 que vai decorrer de 19 a 21 de julho. Em 2018,  o evento mudou para um local de maior dimensão, o da Antiga Seca do Bacalhau, em Canidelo, Vila Nova de Gaia.  A PEV afirma que será sempre em Gaia e junto ao mar.

Os bilhetes já estão à venda em todos os locais habituais, desde 33 euros (diários) aos 61 euros (passe).

O músico de 67 anos no Meo Marés Vivas em 2017. Foto: Blitz

Existem vários outros festivais portugueses, também de grandes dimensões, como o NOS Primavera Sound e o Meo Sudoeste que ainda não anunciaram nomes para o cartaz ou o North Music Fest que apenas confirmou Franz Ferdinand.

Os próximos meses serão inundados com confirmações.

 

Cristiana Rodrigues

up201706370

Festivais de Verão: Conhece as primeiras confirmações para 2019

Terminada a época festivaleira deste ano, começam a surgir os primeiros nomes para as edições de 2019 dos festivais de verão. Os palcos portugueses vão ser pisados por artistas como Diana Krall, Sting ou The Cure nos meses mais quentes do ano.

Com o final do ano a aproximar-se, surgem os nomes que começam a preencher os cartazes dos principais festivais de primavera e verão do próximo ano. Com os alinhamentos longe de estar terminados, as primeiras confirmações são decisivas para a compra antecipada de bilhetes.

NOS Alive, considerado um dos maiores festivais portugueses, já revelou as primeiras grandes confirmações para a edição de 2019. A banda britânica The Cure sobe ao palco principal no dia 11 de julho, a abrir três dias de festival.

🚨 The Cure a primeira grande confirmação do NOS Alive’19 sobem ao Palco NOS no dia 11 de julho. 🤩💥👊🏼

Publicado por NOS Alive em Segunda-feira, 29 de Outubro de 2018

 

Também confirmados para o palco NOS estão The Smashing Pumpkins e Bon Iver, que atuam no dia 13. O palco Sagres recebe Sharon Van Etten e Jorja Smith, no dia 11; Tash Sultana e Pip Bloom atuam no dia seguinte. Os bilhetes já estão à venda.

A Antiga Seca do Bacalhau, em Vila Nova de Gaia, recebe mais uma edição do MEO Marés Vivas em julho do próximo ano. Sting, que já pisou o palco MEO em 2017, volta a Gaia para mais um concerto que reúne alguns dos seus maiores êxitos.

O artista, que atua no último dia, fecha três dias de festival (19, 20 e 21 de julho), que ainda não têm mais nomes confirmados. A organização do Marés Vivas anunciou a diminuição do preço dos bilhetes para 2019, que já estão à venda nos locais habituais.

EDP Cool Jazz apresenta todos os anos um cartaz variado, que junta artistas de renome a algumas novidades do panorama musical a nível internacional. Para a edição de 2019, que mais uma vez leva a música a vários espaços de Cascais, anunciou como primeiro grande nome a canadiana Diana Krall, que atua a 24 de julho no Hipódromo Manuel Possolo. Os bilhetes para este dia já estão disponíveis; os preços variam entre os 30 e os 75 euros.

Diana Krall sobe ao palco do EDP Cool Jazz a 24 de julho. (Fotografia: Mary Anna McCartney)

O calor de agosto dá as boas vindas a mais uma edição do Vodafone Paredes de Coura. O festival já revelou alguns dos nomes que vão pisar o palco entre os dias 14 e 17 de agosto de 2019, mas o destaque vai para a banda americana The National, que atua no primeiro dia.

Também confirmados estão Boy Pablo, Acid Arab, Car Seat Headset, que atuam no dia 15; no dia 17, Kamaal Williams é um dos nomes que encerra o festival. Os passes gerais já estão à venda nos locais habituais, mas a versão da FNAC é especial e oferece uma t-shirt aos maiores fãs do festival.

Ainda são muitos os festivais que não têm qualquer confirmação revelada, como o NOS Primavera Sound ou o MEO Sudoeste. No entanto, espera-se que os primeiros nomes comecem a surgir muito em breve.

 

——
Tiago Serra Cunha
up201706258

Foto: NOS Primavera Sound / Hugo Lima

Maratona de Festivais 2019

Começam a surgir os primeiros nomes e cabeças de cartaz para os chamados festivais de verão.  Numa altura em que o alinhamento está longe de estar fechado, as festividades são aproveitadas para disponibilizar as compras antecipadas dos primeiros passes.

O primeiro grande festival a realizar-se no ano de 2019 é o NOS Primavera Sound, no Porto. Ainda sem confirmações oficiais da organização, o Parque da Cidade, que acolherá o evento nos dias 6, 7 e 8 de junho, espera, por enquanto, Guided by VoicesO bilhete diário custa 60 euros, enquanto o passe para os 3 dias se fixa nos 100 euros.

No primeiro fim de semana de julho decorrerão mais dois grandes festivais; o Sumol Summer Fest (5 e 6) e o RFM Somnii (5, 6 e 7). O primeiro, a realizar na Ericeira, ainda não conta com qualquer confirmação, mas o preços não diferem dos outros anos. Dividem-se entre passe completo, diário e com campismo, podendo variar entre os 27 e os 60 euros. O segundo, a realizar na Praia do Relógio, na Figueira da Foz, ainda não tem disponibilizada qualquer informação relativa a preços ou artistas confirmados.

Apontado por muitos como o melhor festival do país, o NOS Alive é o que já conta com maior número de confirmações, e para todos os gostos. O palco NOS vai receber The Cure no dia 11 de julho e Bon Iver e The Smashing Pumpkins no dia 13. O palco Sagres vai acolher Jorja Smith e Sharon Van Etten no dia 11 e Tash Sultana e Pip Bloom no dia seguinte. O bilhete diário para o festival no Passeio Marítimo de Algés custa 65 euros, enquanto o passe completo ronda os 150 euros.

 

O festival Super Bock Super Rock, a realizar nos dias 18, 19 e 20 de julho, vai regressar ao Meco, Sesimbra. O evento deixa o Parque das Nações, em Lisboa, e os bilhetes já podem ser adquiridos; o diário custa 55 euros e o passe para os três dias custa 105. A primeira confirmação tem pouco tempo e reserva Lana Del Rey para o palco Super Bock logo no primeiro dia.

O mês de julho (19, 20 e 21) volta a trazer o MEO Marés Vivas a Vila Nova de Gaia, à Antiga Seca do Bacalhau, novo local do festival desde o ano passado. Os bilhetes custam 33 euros se for diário, 61 euros se for para os três dias e 160 euros para estatuto VIP. Até ao momento, a única confirmação é a do britânico Sting, no último dia, repetindo a presença de 2017.

A 16ª edição do EDP CoolJazz vai decorrer no dia 24 de julho, em Cascais, dividido entre o Hipódromo Manuel Possolo e o Parque Marechal Carmona. Os bilhetes oscilam entre os 30 e os 75 euros e a primeira confirmação é a norte-americana Diana Krall.

 

Foto: MEO Sudoeste

Fechado o mês de julho, sobram dois grandes festivais para o mês de agosto. O MEO Sudoeste é já um clássico da Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, e este ano decorrerá entre os dias 6 e 10 de agosto. Ainda sem qualquer confirmação, os bilhetes já podem ser adquiridos e existem múltiplas opções, dependendo do campismo e da data em que é efectuada a compra. Variam, no entanto, entre os 48 e os 120 euros.

O último grande festival de verão realiza-se no “habitat natural da música”. É assim que é descrito o cenário e a localização do Vodafone Paredes de Coura. A praia fluvial do Taboão vai receber entre os dias 14 e 17 de agosto The National, Boy Pablo, Acid Arabe, Car Seat Headrest e Kamaal Williams.

 

Diogo Gonçalves

Sting é a primeira confirmação do MEO Marés Vivas de 2019

O músico britânico é o primeiro nome de peso para o festival de Vila Nova de Gaia. Sting vai ter a honra de encerrar o festival no dia 21 de julho.

O nome histórico anunciado para o cartaz de 2019 dispensa apresentações. O músico regressa a um local que bem conhece, perto da praia do Cabedelo, tendo atuado no MEO Marés Vivas em 2017.

O anúncio chegou pelo Instagram do festival, depois de terem anunciado durante a semana passada que iriam revelar o primeiro nome do cartaz. O nome do cantor britânico já é conhecido por Portugal, uma vez que já tocou no nosso país dez vezes, duas vezes enquanto membro da banda The Police.

A presença de Sting no festival insere-se numa digressão que o músico vai fazer pela Europa no verão de 2019, com o nome Sting: My Songs. Com este espetáculo são esperadas algumas das canções mais célebres dos The Police, o trio formado em 1977, onde Sting foi o principal cantor, compositor e baixista.

Já na sua carreira a solo, o músico inglês já editou mais de dez discos de originais e, entre os temas mais conhecidos, estão Englishman in New York e If I ever lose my faith in you. Após o grande sucesso do primeiro disco rock em treze anos de músico, 57th & 9th, Sting lançou o ano passado em colaboração com o cantor de música reggae jamaicano, Shaggy, o álbum 48/776.

A 13º edição do festival MEO Marés Vivas acontece de 19 a 21 de julho na Antiga Seca do Bacalhau, em Gaia, após a mudança feita em 2018.

Os bilhetes começam a ser vendidos já esta semana e o preços dos bilhetes vai ser reduzido, devido à diminuição do IVA na cultura imposta pelo Orçamento de Estado para 2019. Sendo assim, estima-se que o preço do passe geral baixe de 65€ para 61€ e o bilhete diário de 35€ para 33€.

 

Ana Rita Graça

MEO Marés Vivas confirma Sting para a edição de 2019

Sting é a primeira confirmação do Festival MEO Marés Vivas, a realizar de 19 a 21 de julho de 2019, junto à Antiga Seca do Bacalhau, em Vila Nova de Gaia. O artista britânico regressa ao palco do Marés, após ter estado no cartaz da edição de 2017.

O músico conta com mais de dez discos originais, ao longo da sua carreira a solo. Entre os temas mais conhecidos estão “Desert Rose” e “Englishman in New York”.

O ex-vocalista dos The Police, vai subir ao palco no último dia do festival. A passagem pelo Marés insere-se na digressão do cantor pela Europa, intitulada “Sting: My Songs”. Sting e o cantor reggae Shaggy, lançaram, recentemente, um álbum em colaboração e estiveram em digressão durante o verão de 2018.

A aprovação do Orçamento de Estado abrange a reposição do IVA dos espetáculos na taxa de 6%. A organização do festival já anunciou a descida dos preços, tanto nos passes gerais, com uma redução de 4€, como nos diários, com redução de 2€.

A organização considera que, com esta medida, estará a contribuir “para a construção de uma política cultural consistente e de igualdade para todos”.

O festival contou, na passada edição, com cerca de 110 mil pessoas e teve em palco artistas como Goo Goo Dolls, Kodaline, David Guetta e Richie Campbell.

 

Pedro Matias, up201704082