Aquivos por Autor: turma2

Mulher detida por traficar drogas em prisão de Paços de Ferreira.

A Polícia Judiciária, após investigação, identificou e deteve uma mulher indiciada pelo crime de tráfico de estupefacientes em Paços de Ferreira.

A detenção ocorreu quando a detida, funcionária de empresa que presta serviço na prisão de Paços de Ferreira, entrou nas instalações prisionais para iniciar o seu trabalho como cozinheira, e foi verificado que transportava, de forma oculta, duas placas de haxixe, suficientes para 520 doses individuais, que se destinava à população reclusa.

A detida, de 39 anos de idade, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão domiciliária.

A Informação oficial está disponível no comunicado de imprensa da Polícia Judiciária de Portugal.

Por: Paula Menezes, Porto, 2021.

Festival O Sol Da Caparica regressa ainda no verão de 2021

O festival O Sol da Caparica, em Almada, regressa de 12 a 15 de agosto, após um ano de pausa devido à pandemia.

 

Foto: Reprodução @osoldacaparicafestival no Instragram

O festival não se realizou em 2020 devido à pandemia da Covid-19, tendo a organização decidido acompanhar “diretrizes da Direção-Geral da Saúde e demais entidades responsáveis”. Considerado o maior festival nacional de música em língua portuguesa, os palcos do festival abrem portas ao público em agosto, no parque urbano da Costa de Caparica.

Segundo o Blitz do Expresso “Surpreender pela diversidade e qualidade, enaltecendo a música de expressão portuguesa” é o mote d’ O Sol da Caparica, que promete apresentar um cartaz “do fado ao samba e do rock à kizomba”. Na sua sétima edição, o evento organizado pelo grupo Chiado em parceria com a Câmara Municipal de Almada, vai receber nomes da música lusófona como António Zambujo, a banda brasileira Melim, Diogo piçarra, Profjam, Plutónio, Anselmo Ralph e muitas outras atrações.

Além da música, o cartaz inclui comédia, dança e surf, e mantém-se o último dia dedicado à música para o público infantil, onde é possível comprar bilhetes para os miúdos por €2,58. O bilhete diário, de quinta-feira a domingo custa €23,62. É possível comprar um passe para os quatro dias de festival por €57,99. Os bilhetes estão a venda no site do festicket e da FNAC

Neste vídeo é possível ver como correu a sexta edição do festival em 2019, que contou com a presença de Mariza, Seu Jorge, Gabriel O Pensador, Capitão Fausto e entre outros nomes da música.

Fonte: Reprodução Instagram @osoldacaparicafestival

Mais informações sobre o festival, estão disponíveis nas redes socias do mesmo, No Facebook e Instagram.

Por: Paula Menezes. Porto, 2021.

Música: Lusofonia de regresso à Costa da Caparica

A 7.ª edição d’ “O Sol da Caparica” vai decorrer nos dias 12, 13, 14 e 15 de agosto de 2021, no Parque Urbano da Costa da Caparica. Música em português é a aposta do festival.

Imagem: Facebook “O Sol da Caparica”

A música lusófona vai voltar a soar na Costa da Caparica. O cartaz d’ “O Sol da Caparica” conta com o melhor da música portuguesa, brasileira e africana, e com um conceito abrangente que vai do rock à quizomba, do fado ao samba e do funk aos ritmos africanos.

António Zambujo, Clã, Fernando Daniel e o grupo brasileiro Melim são alguns dos nomes que sobem ao palco no primeiro dia do festival. Já Anselmo Ralph e Alberto Índio estarão em destaque no dia 13. As confirmações para o dia 14 incluem Diogo Piçarra e Sam The Kid com Orquestra e Orelha Negra.

Para além da música, os quatro dias do festival incluem diversas atividades, como dança, comédia, desportos radicais, surf ou um dia dedicado às crianças. Segundo fonte oficial, a 7ª edição terá algumas novidades: o regresso da Zona Grafitti, o reforço da Zona de Gaming e a restauração alargada ao longo do espaço verde.

A decorrer no Parque Urbano da Costa da Caparica, o evento, com organização do Grupo Chiado em parceria com a Câmara Municipal de Almada, aposta na promoção da região e da música dos países de língua oficial portuguesa.

“O Sol da Caparica” não se realizou em 2020 devido à pandemia da Covid-19. A organização optou por “acompanhar de perto as diretrizes da Direção-Geral da Saúde e demais entidades responsáveis”.

O Grupo Chiado aconselha a compra dos bilhetes no Festicket, Meo Blueticket e nos restantes pontos de venda oficiais. O Fã Pack Fnac, de 54€, garante um passe de quatro dias, porta-chaves oficial e entrada exclusiva pela porta VIP.

Confira o vídeo promocional do evento.

 

Mafalda Silva

RFM Somni 2021 garante cartaz

Depois de em Maio de 2020, a organização do festival RFM Somni decidir, por força da pandemia, adiar a 8ª edição para 2021, vem agora assegurar o reagendamento de todos os artistas confirmados no cartaz adiado.

Foto: Facebook RFM Somni

Organizado desde 2012, na Figueira da Foz, o festival de música organizado pela RFM, dedica anualmente, 3 dias ao Reggaeton, Hip Hop e Dj´s nacionais e internacionais.

A edição deste ano, será realizada nos dias 9, 10 e 11 de Julho, na Praia do Relógio, como tem sido hábito.

Este ano, após o interregno de um ano, devido á Covid-19, o festival regressa com um lineup garantido de 72 horas de música e animação.

Todos os bilhetes do RFM Somni 2020 serão válidos para este ano. Passe Geral-3 dias, Passe Vip-3 dias, Passe Geral-Pack Fnac, Passe Vip-3 dias Pack Fnac, bilhetes Diários e bilhetes Diários Vip, terão o mesmo número de série e são automaticamente válidos nas novas datas.

Também conhecido como “O Maior Sunset de Sempre”, o festival faz por manter o título juntando sol, mar e praia a artistas de renome. Sean paul, Dimitri Vegas & Like Mike, Diego Miranda, Alan Walker, Alok e Vini Vici são os cabeças de cartaz para os 3 dias de festival. A este lineup poderão ainda ser acrescentados novos artistas.

O voucher do campismo também se manterá válido e é inclusive extensível ao período de 8 a 12 de Julho de 2021.

Focados em simplificar a experiência do RFM Somni ao seu público, a organização vai inovar introduzindo uma nova tecnologia cashless. Através do telemóvel ou em qualquer quiosque do festival, será possível efetuar carregamentos nas pulseiras do festival, através da tecnologia RFDI, o que possibilita o consumo em todo o recinto sem ter de recorrer a dinheiro ou cartões. Pretende-se com esta medida aumentar a segurança e o conforto dos festivaleiros.

O adiamento do festival não confere direito à devolução do valor pago, nos termos do regulamento do festival e do Decreto-Lei 10 |de 26 de março de 2020, mas excecionalmente, é autorizada a utilização transmissível, ou seja, o bilhete poderá usufruído por qualquer pessoa, sem ser o titular.

Estima-se que a edição deste ano atraia cerca de 200.000 pessoas.

Sandra Martins

Destino do Rolling Loud Portugal conhecido até 28 de maio

O festival, que em Portugal acontece no Algarve, vai decidir este mês se a edição deste ano se mantém. O reembolso está garantido.

O Rolling Loud Portugal tem datas previstas para 6 a 10 de julho deste ano | FOTO: Facebook Rolling Loud Portugal

Em comunicado oficial, a organização do festival Rolling Loud anunciou que, até dia 28, vai poder informar sobre se a edição deste ano poderá ou não avançar.

Neste momento, o festival dedicado ao hip-hop está a aguardar informações das autoridades portuguesas.

Caso tenha de ser adiado, os bilhetes já adquiridos continuam válidos para a próxima edição. Também está assegurada a possibilidade de reembolso.

A organização mostra, ainda, satisfação em ver que as restrições aos voos para Portugal estão a ser levantadas.

A segunda edição portuguesa do Rolling Loud está prevista realizar-se na Praia da Rocha, em Portimão, nos dias 6, 7, 8, 9 e 10 de julho.

Os cabeças de cartaz anunciados são A$AP Rocky, Cardi B, Future, Stormzy, Travis Scott e Wiz Khalifa, aos quais se juntam dezenas de outros artistas.

Pode ver, em baixo, um vídeo de apresentação do cartaz:

João Maia

Festival Músicas do Mundo vai regressar às ruas de Sines em 2021

O festival vai ser realizado de 23 a 31 de julho, em Sines. No cartaz conta com nomes como Dead Combo & Mark Lanegan, Rizan Said e Cimafunk.

Fonte: Mário Pires – FMM

Num comunicado publicado pela Câmara Municipal de Sines, é anunciado que o Festival Músicas do Mundo vai regressar às ruas de Sines e Porto Covo em 2021. A 22ª edição do evento vai ocorrer na semana de 23 a 31 de julho.

Por agora, já estão confirmados 14 artistas e projetos musicais: Ava Rocha (Brasil), Cimafunk (Cuba), Dead Combo & Mark Lanegan (Portugal / EUA), Guiss Guiss Bou Bess (Senegal / França), Lankum (Irlanda), Lavoisier + João Bento (Portugal), Lina_Raül Refree (Portugal / Espanha), Maria João & Carlos Bica Quarteto (Portugal), Marina Satti & Fonés (Grécia), Melingo (Argentina), Muthoni Drummer Queen (Quénia), Pongo (Angola / Portugal), Rizan Said (Síria) e Third World (Jamaica).

Cartaz FMM 2021

O FMM, criado em 1999 pela Câmara Municipal de Sines, é mais do que apenas um festival de música. É um festival que, segundo a organização, “procura as músicas do mundo reais como são feitas e vividas no nosso tempo: músicas miscigenadas, marcadas pelos contactos entre artistas de origens geográficas e culturais diferentes, devedoras dos movimentos de ideias e pessoas que definem a contemporaneidade”.

Em outubro 2020, o FMM venceu a categoria “Best Cultural Programme” dos Iberian Festival Awards. Com este prémio, o festival conta já com 11 destaques noutras edições desta mesma gala de prémios, tendo sido cinco vezes vencedor ibérico e seis vezes vencedor nacional.

Joana Rita Cirne

 

Cultura: Sumol Summer Fest regressa para 12ª edição

A edição de 2021 do Sumol Summer Fest decorrerá nos dias 2 e 3 de julho. Neste momento, o festival conta com 16 artistas confirmados.

Fotografia de C&H, revista online de cultura, lazer e viagens

Após um ano atípico sem festivais, o Sumol Summer Fest regressa ao Ericeira Camping para a sua 12ª edição. Como sempre, o festival, patrocinado pela Sumol, conta com artistas nacionais e internacionais. Os cabeças de cartaz da edição de 2021 são Trippie Red, Saint Jhn, Piruka, Burna Boy e Nenny.

Em maio de 2020, foi anunciado, através de uma publicação no instagram oficial, que o festival iria apenas decorrer em 2021. Nessa publicação afirmaram ainda que alguns artistas confirmados voltam a estar presentes na nova edição.

“Trippie Red, Burna Boy, Saint Jhn, Piruka e Nenny, anunciados para 2020, estão já confirmados para as novas datas de 2021!”

No mesmo mês, foi também publicado no youtube um vídeo de apresentação do festival para a edição de 2021.

O resto do cartaz, as informações sobre os bilhetes e sobre o alojamento estão disponíveis no site oficial do Sumol Summer Fest.

Artigo de Rita Reis

Festival O Sol da Caparica traz a música portuguesa de volta aos palcos de 12 a 15 de agosto

O festival dedicado à música portuguesa, divulgou alguns dos nomes dos artistas que vão encher os palcos, de 12 a 15 de agosto.

Fotografia de Gonçalo Silva

 O cartaz da 7ª edição conta com nomes como  António Zambujo, Melim Fernando Daniel, para o primeiro dia de festival. No segundo dia de festival, a música portuguesa volta aos palcos com artistas como Anselmo Ralph e Plutónio. No penúltimo dia, esperam-se atuações de Diogo Piçarra, HMB e Pablo Martins.

Mais informações sobre o festival podem ser obtidas a partir da sua página de Facebook ou Instagram.

Após o cancelamento da edição de 2020 devido à Covid-19, o Festival regressa pela primeira vez após 2019.

 

Os bilhetes para esta edição d’ O Sol da Caparica ainda se encontram disponíveis, e podem ser adquiridos nas lojas físicas FNAC ou no site. Os preços dos bilhetes vão de 22 euros para os bilhetes diários, 45 euros para os passes de 3 dias + Dia da Criança e 54 euros para quem adquirir o passe de 4 dias.

 

Ana Rita Alves – up202006276

Cultura: FMM Sines regressa nos dias 23 a 31 de julho de 2021

A 22º edição do FMM Sines – Festival Músicas do Mundo – vai ter lugar em Sines e Porto Covo, em julho de 2021, entre os dias 23 e 31. 

As primeiras confirmações para este ano já foram feitas e o cartaz pode contar com nomes como Ava Rocha (BR), Cimafunk (CU), Dead Combo & Mark Lanegan (PT/US), Guiss Guiss Bou Bess (SN/FR), entre muitos outros.

FMM Sines – Festival Músicas do Mundo 2021 confirmou os primeiros 14 artistas e projetos musicais – Toupeiras – Agenda de Festivais e Concertos

Imagem retirada de https://toupeiras.com/fmm-sines-festival-musicas-do-mundo-2021-confirmou-os-primeiros-14-artistas-e-projetos-musicais/

O FMM Sines é um festival organizado pela Câmara Municipal de Sines, que se realiza desde 1999, na Costa Alentejana, e que se define pela presença de artistas de diferentes origens e culturas. O festival abraça todos os tipos de música, desde o jazz à folk, à música alternativa, à fusão e às músicas urbanas.

O evento foi criado com o objetivo de notabilizar o Castelo de Sines, relacionado com a biografia do navegador Vasco da Gama, através de um acontecimento que espalhasse todo o tipo de música. Atualmente, o FMM Sines vai além das fronteiras físicas do Castelo.

Em 2019, o evento ficou novamente marcado pela diversidade, contando com a participação de artistas de várias partes do mundo. A 21º edição recebeu músicos de 31 países, entre eles Inner Circle, Ladysmith Black Mambazo, Chico César, JP Bimeni, e muitos outros.

Após ter sido cancelada a edição de 2020, devido à pandemia da Covid-19, o FMM Sines anunciou na sua página de Instagram o seu regresso “Prometemos voltar em julho de 2021”.

Aqueles que pretendem comparecer à edição de 2021, têm de ter reembolsado o bilhete em loja, caso tenham feito a compra fisicamente. Já os que fizeram a compra online, devem ter enviado email para ajuda@bol.pt, até ao final de julho de 2020.

Todas as informações sobre o Cartaz, Bilhetes, Entradas, Alojamentos e Transportes, podem ser encontradas no site oficial do Festival Músicas do Mundo, assim como no seu Instagram e Facebook, e na aplicação FMM by Galp, disponível na App Store e na Play Store.

Artigo por Rita P. Silva

13 maio, 2021

Música: BONS SONS é adiado pela segunda vez

A requalificação do recinto do festival de música nacional levou ao seu adiamento. BONS SONS que se iria realizar em agosto, na aldeia de Cem Toldos, regressará em 2022.

Imagem retirado do site oficial de Facebook

Num comunicado divulgado a 29 de abril pela SCOCS, a organização cultural local responsável pelo evento, admite-se o segundo adiamento devido “à consciência de não estarem reunidas as condições para realizarmos o BONS SONS da forma como o conhecemos, como o vivemos e como consideramos que um festival desta natureza e neste local deve ser”.

Este reagendamento é explicado também com a requalificação do largo do Rossio e do centro de Cem Soldos, espaços que ocupam quase a totalidade do recinto BONS SONS.

Segundo o press release, a requalificação vai significar o aumento da qualidade de vida das pessoas que habitam a aldeia e que a visitam. A melhoria do espaço abrange infraestruturas, saneamento básico, pavimentação, iluminação, circulação de pessoas e automóveis e organização do estacionamento.

A 11ª edição do festival deverá concretizar-se nos dias 12 a 15 de agosto de 2022.

Os bilhetes já adquiridos são válidos para a nova data.

Ana Catarina Gil