Aquivos por Autor: turma2

Presidenciais 2021: Marcelo Rebelo de Sousa vence as eleições com 60,7% dos votos

As eleições portuguesas realizadas no último domingo, 24 de janeiro, para decidir o presidente da República de Portugal pelos próximos cinco seguintes teve como resultado a reeleição do atual presidente, Marcelo Rebelo de Sousa.

 

Neste domingo, 24 de janeiro, foi reeleito como presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. O atual presidente aparecia nas recentes pesquisa na liderança dos votos mas estava em disputa com Ana Gomes e André Ventura que se encontravam em seguida na intenção de votos dos portugueses segundo a sondagem do ISCTE/ICS para o Expresso. Tal como já era esperado, Marcelo Rebelo venceu com 60,7% dos votos.

(fonte: Lusa)

No total o presidente teve 2.533.799 voto mas a abstenção com votos contados foi de 60.5%, acima do recorde de 2011 com 53,48% e também nas eleições de 2016 na primeira eleição de Marcelo Rebelo com 51,17% dos portugueses. Caso também deve ser levado em consideração por conta da atual situação da pandemia no país, que tem apresentado recorde de casos e passa por um lockdown novamente.

Em seu discurso após a confirmação de sua vitória Marcelo disse “Temos de reencontra o que ficou perdido. Fazer esquecer as xenofobias, as exclusões e, os medos. Temos de valorizar as inclusões, os afetos, as cidadanias.”

Rebelo chegou a sofrer uma queda nas pesquisas especialmente após o agravamento da pandemia do covid-19 e Portugal. Mas sua promessa de transformar o combate ao coranavírus uma prioridade máxima ganhou o voto de confiança dos portugueses.

 

Clara Araújo Ferreira Cavalcanti – Turma 2

Festivais de música durante a pandemia do covid-19: alternativas e reinvenções

Com a pandemia do covid-19 as lives musicais ganharam grandes adeptos durantes o período de confinamento. Com o objetivo de  gerar conteúdo e por necessidade mercadológica, os festivais musicais também para a se reinventarem e aderiram a alternativa das transmissões ao vivo.

Para amantes de música os festivais são uma grande atração e. Porém, em tempos de pandemia vários festivais não tiveram outra opção a não ser cancelar a edição do ano ou então adiá-la. No entanto, a pandemia mostrou novas formas de se estar em contato com os artistas que gostamos durantes os meses de confinamento. Por meio de milhões de acessos, as aglomerações aconteceram online e em vários canais do YouTube como forma de não parar o mundo do entretenimento. A popularização das lives gerou uma reação em cadeia que em certo momento, passou por afetar também os festivais de música.

Tomorrowland

Tomorrowland é um festival de música realizado anualmente. Sua edição original é sempre realizada na cidade de Boom na Bélgica. O festival é conhecido por reunir fãs da EDM de todos os países durante os shows, porém com a edição de 2020 programada para julho a produtora do evento não pode realizá-lo.

(tomorrowland.com)

A solução que a produtora do evento encontrou para não parar totalmente com as produções durante a ainda presente pandemia do covid-19 foi a realização de um festival 100% digital na noite de virada para o ano de 2021. Assim, o festival online reuniu mais de 20 artistas do estilo EDM como o Martin Garrix e David Guetta com o intuito de gravarem os seus sets e transformarem suas performances para as transmissões digitais que ocorreram no dia 31 de dezembro do ano passado. A empresa cobrou um ingresso para o acesso as transmissões dos shows por completo, mas em um valor simbólico de apenas 10 euros por pessoa.

Afropunk

O Afropunk Festival é um festival de música realizado no Brooklyn na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos, durante 3 dias. O festival inclui música ao vivo, filmes, moda e arte produzida por artistas negros. Neste ano tão atípico assim como o Tomorrowland, o Afropunk anunciou a realização de seus shows de forma inteiramente virtual. O Planet Afropunk , como foi nomeado o evento, foi realizado em uma transmissão de 3 dias , de 23 a 25 de outubro de 2020 e contou com atrações musicais, palestras, galerias de arte e muito mais. Além de, possuir um line-up diversificado com artistas brasileiros e internacionais como Ari Lennox e Tiwa Savage. O evento foi gratuito sendo somente necessário se inscrever para garantir uma vaga na transmissão.

https://www.youtube.com/watch?v=dPK6du1Cpb0

 

Clara Araújo Ferreira Cavalcanti – Turma 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apreendidos em Peniche 169 quilos de pescada imatura

Foram apreendidos ontem na localidade de Baldeal 169 quilos de pescada imatura

No dia de ontem (domingo), foi realizada pela Unidade de Controlo Costeiro da GNR, a apreensão da pescada fresca imatura com um valor estimado de 1690 euros através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Peniche de acordo com que o anunciou hoje o organismo.

Ao identificar um individuo na posse de pescada branca que não atingia o tamanho mínimo exigido as autoridades elaboraram o respetivo auto de contraordenação cuja coima pode atingir um valor de 37.500 euros.

O pescado apreendido foi sujeito a inspeção higiossanitária e, por ainda se encontrar próprio para consumo, foi doado a instituições de solidariedade locais.

A GNR alertou (ver comunicado) que um dos fatores de gestão sustentável do pescado é o respeito das medidas mínimas de captura, cujo objetivo é melhorar a rentabilidade potencial do recurso.

 

Clara Araújo Ferreira Cavalcanti – Turma 2

Festivais de verão já têm datas para 2021

Afronation, Meo Sudoeste, Sumol Summer Fest e Super Bock Super Rock são alguns dos festivais que já têm data marcada.

A 26 de maio de 2020, o Presidente da República promulgou o decreto que ditava o cancelamento de eventos musicais que não tivessem lugares marcados, até 30 de setembro. A única opção que os festivais de verão encontraram foi o adiamento do evento para o ano seguinte.

Com a vacina a chegar a Portugal já em janeiro de 2021, espera-se que no verão desse mesmo ano os convívios sejam mais frequentes e possíveis. Assim, festivais como o Afro Nation, Meo sudoeste,  Rolling Loud , NOS Alive, Super Bock Super e  Rock In Rio já começam a divulgar as (re)confirmações para o próximo ano:

Afro Nation- O maior festival de Afrobeats do mundo

  • 1-3 julho 2021

O Afro Nation é um festival de verão português de Afrobeats, hip-hop, dancehall, bashment e R&B que tem lugar na Praia da Rocha, a sul de Portimão.

Foto de divulgação

 

No seguimento do adiamento da edição de 2020 para o mês de julho de 2021, o Afro Nation prepara-se para para voltar à costa portuguesa para outro fim de semana na companhia de alguns dos maiores artistas de urban music. Em 2021, prevê-se que o cartaz do Afro Nation vá contar com espetáculos de Chris Brown, Megan Thee Stallion, Burna Boy, Wizkid, Skepta, Davido, French Montana e de muitos outros.

 

 

 

O Meo Sudoeste volta a ocupar a Herdade da Casa Branca na Zambujeira do Mar nos dias 3, 4, 5, 6 e 7 de agosto. O festival apresentou como cabeças de cartaz o grupo eletrónico, Major Lazer, as estrelas de reggaeton Bad Bunny e Ozuna e o cantor britânico, Lewis Capaldi. A música em português fica a cargo de Profjam, Bispo e Deejay Telio.

Foto de divulgação

O Rolling Loud, denominado como “maior festival de hip-hop do mundo” já anunciou que nos dia 6, 7 e 8 de julho a Praia da Rocha em Portimão recebe a estreia deste festival na Europa. A organização garantiu o mesmo cartaz de 2020 para este ano, contando com nomes como ASAP Rocky, Future e Wiz Khalifa.  As expectativas em torno do festival são tão altas que a organização adicionou novas datas (9 e 10 de julho), encabeçadas por Travis Scott, Cardi B e o britânico Stormzy.

 

Nos Alive – 7, 8, 9, 10 de julho

O NOS Alive é dos maiores festivais do país, que tinha já grandes nomes confirmados para 2020, daí a grande ânsia por parte dos fãs do festival  em saber se ou quando este se iria realizar. Tal como aconteceu com os vários festivais de verão, já se esperava que o Nos Alive fosse remarcado para o ano de 2021. O Presidente da Câmara Municipal de Oeiras afirma que “tem de se continuar a programar e a trabalhar, mas naturalmente que há determinados eventos, que por razões que têm a ver com os cuidados e a prudência que se tem que tomar, no que diz respeito aos ajuntamentos, que com certeza não se podem realizar. Há grandes festivais que não se vão realizar”, em declarações à Rádio Renascença.

O Super Bock Super Rock já anunciou que a 26º edição do festival ocorre entre 15 e 17 de julho e tem como cabeça de cartaz o rapper ASAP Rocky, o grupo Brockhampton e Boy Pablo. A música portuguesa está representada pelo Slow J que atua na praia do Meco no dia 16.

Rock In Rio Lisboa – 19, 20, 26 e 27 de junho

Tal como outros grandes festivais que marcam o panorama musical português há já vários verões, também a 9ª edição do festival Rock in Rio teve de ser adiada devido à pandemia da Covid-19. Rock In Rio é reconhecido por todos os anos trazer a Portugal grandes artistas que são, de certa forma, do mundo, por terem um percurso internacional tão relevante. Para esta 9ª edição, o festival aposta em nomes como Black Eyed Peas, Foo Fighters, Post Malone e Anitta.

 

Marcila Moreno

 

Sondagens apontam para vitória à primeira volta de Marcelo

 

As sondagens apresentadas ontem às 20h pela RTP, SIC e TVI apontam para uma vitória de Marcelo Rebelo de Sousa nas presidenciais de hoje, com a socialista Ana Gomes em segundo e André Ventura, do Chega, em terceiro.

Se as eleições presidenciais tivessem sido realizadas entre 11 e 14 de janeiro, Marcelo Rebelo de Sousa teria 63% dos votos, de acordo com a sondagem da Universidade Católica para o Público e a RTP, que reuniu 2001 inquéritos válidos por chamada de telemóvel. Uma vitória que dispensaria uma segunda volta, apesar de o presidente candidato ter perdido cinco pontos face à anterior sondagem, de dezembro.

Em segundo lugar surge Ana Gomes, com 14%, mais um ponto percentual do que em dezembro e quatro de vantagem sobre André Ventura, que tem 10% . Enquanto Ana Gomes vai buscar o apoio a eleitores de vários partidos (28% dos votantes no PAN, 24% dos bloquistas, 18% entre socialistas, 16% dos comunistas e até 10% entre liberais), André Ventura é sobretudo o candidato do Chega (86% dos que votam neste partido), tendo ainda 14% dos apoiantes do CDS, 7% entre eleitores do PAN e 6% do PSD.

Sondagem RTP:

  • Marcelo Rebelo de Sousa: 57% a 62%
  • Ana Gomes: 13% a 16%
  • André Ventura: 9% a 12%
  • Marisa Matias: 3,5% a 5,5%
  • João Ferreira: 3,5% a 5,5%
  • Tiago Mayan: 3% a 5%
  • Vitorino Silva: 2% a 4%

Sondagem SIC:

  • Marcelo Rebelo de Sousa: 55,5% a 60%
  • Ana Gomes: 13,1% a 17,1%
  • André Ventura: 10,1% a 14,1%
  • João Ferreira: 3,3% a 6,3%
  • Marisa Matias: 2,4% a 5,4%
  • Tiago Mayan: 2,3% a 5,3%
  • Vitorino Silva: 1,3% a 3,3%

Sondagem TVI: 

  • Marcelo Rebelo de Sousa: 56,4% a 60,4%
  • Ana Gomes: 12,2% a 16,2%
  • André Ventura: 9,9% a 13,9%
  • Tiago Mayan: 2,3% a 6,3%
  • Marisa Matias: 2,2% a 6,2%
  • João Ferreira: 2,1% a 6,1%
  • Vitorino Silva: 0,9% a 4,9 %

 

Marcila Moreno

 

Apreendidos em Peniche 169 quilos de pescada imatura

A apreensão da pescada fresca imatura ocorreu ontem (domingo) na localidade de Baleal, no concelho de Peniche. A ação de fiscalização foi levada a cabo pelo destacamento de Controlo Costeiro de Peniche.

As autoridades identificaram um indivíduo na posse de pescada branca que não atingia o tamanho mínimo exigido e elaboraram o respetivo auto de contraordenação, cuja coima pode ascender a 37.500 euros.

O pescado apreendido foi inspecionado pela autoridade competente e, posteriormente, doado a instituições de solidariedade social locais.

No comunicado divulgado, a GNR alerta para a gestão sustentável do pescado, respeitando as medidas mínimas de captura, de modo a melhorar a rentabilidade potencial do recurso.

Marcila Moreno, turma 2

Festivais de Verão: as (re)confirmações para 2021

Para alegria dos festivaleiros, os promotores de festivais de verão já divulgaram alguns dos nomes cabeça de cartaz confirmados para a próxima edição, prometendo “o melhor cartaz de sempre”.

A 26 de maio de 2020, o Presidente da República promulgou o decreto que ditava o cancelamento de eventos musicais que não tivessem lugares marcados, até 30 de setembro. A única opção que os festivais de verão encontraram foi o adiamento do evento para o ano seguinte.

A alteração de planos colocou a organização dos grandes festivais de verão em negociações, de forma a começaram a divulgar os nomes da próxima edição, o mais rápido possível.

O Nos Alive, que se realiza de 7 a 10 de julho, já tem confirmado o tão esperado regresso da banda de hiphop portuguesa, Da Weasel.

Para além do grupo português o cartaz do festival que se realiza no Passeio Marítimo de Algés conta com nomes como Red Hot Chili Peppers, The Luminers e The Strokes.

O Rock in Rio (RiR) costuma realizar-se em dois fins de semana de junho de dois em dois anos. No entanto, a organização já divulgou as datas para este ano e salvaguardou a sua realização em 2022, tal como já estava previsto. Assim, neste verão o RiR tem como cabeças de cartaz os Foo Fighters, os Black Eyed Peas, Duran Duran, e Post Malone. As restantes confirmações são Anitta, que atua pela segunda edição consecutiva e – como não podia deixar de ser – a veterana, Ivete Sangalo.

O Super Bock Super Rock já anunciou que a 26º edição do festival ocorre entre 15 e 17 de julho e tem como cabeça de cartaz o rapper ASAP Rocky, o grupo Brockhampton e Boy Pablo. A música portuguesa está representada pelo Slow J que atua na praia do Meco no dia 16.

O Meo Sudoeste volta a ocupar a Herdade da Casa Branca na Zambujeira do Mar nos dias 3, 4, 5, 6 e 7 de agosto. O festival apresentou como cabeças de cartaz o grupo eletrónico, Major Lazer, as estrelas de reggaeton Bad Bunny e Ozuna e o cantor britânico, Lewis Capaldi. A música em português fica a cargo de Profjam, Bispo e Deejay Telio.

O Meo Marés Vivas é o festival de verão com menos nomes confirmados. Até à data conta com Liam Payne e Anitta como confirmações para o dia 17 de julho e Jessie J no dia 18. O dia 16 ainda não tem ninguém como cabeça de cartaz.

O Rolling Loud, denominado como “maior festival de hip-hop do mundo” já anunciou que nos dia 6, 7 e 8 de julho a Praia da Rocha em Portimão recebe a estreia deste festival na Europa. A organização garantiu o mesmo cartaz de 2020 para este ano, contando com nomes como ASAP Rocky, Future e Wiz Khalifa.  As expectativas em torno do festival são tão altas que a organização adicionou novas datas (9 e 10 de julho), encabeçadas por Travis Scott, Cardi B e o britânico Stormzy.

Foto de Divulgação

Foto de Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

João Múrias

2020: Um verão sem festivais

2020 está a ser um ano atípico, e os meses de verão não foram uma exceção. Os europeus não se divertiram tanto como é habitual nesta altura do ano, consequência do cancelamento dos festivais de verão devido à pandemia da COVID-19. 

Todos os anos, entre junho e setembro, a Europa vê os mais populares festivais acontecerem. No entanto,  a pandemia que assombra o mundo desde dezembro de 2019 veio alterar os planos e levou ao seu cancelamento. Foi esse o caso do Glastonbury, no Reino Unido, que assinalava este ano o seu 50º aniversário, tal como o Roskilde, na Dinamarca. Também o Tomorrowland foi proibido pelo governo belga, e o mesmo ocorreu com o Womad (Reino Unido), o Hellfest (França) e o Rock in Rio (Portugal).

O Tomorrowland é  o maior festival de dança do mundo, decorre em Boom na Bélgica, e abraça géneros musicais como o EDM, house, techno, hardstyle, drum and bass, trance, entre outros. A aposta do festival passa por um enorme investimento nos designs de palcos, produções e algumas surpresas fora do comum, o que faz com que, todos os anos, os bilhetes esgotem em tempo recorde e que a maioria dos fãs relate uma experiência mágica.

Em 2020, o Tomorrowland estava previsto para os dias 17 a 19 e 24 a 26 de julho, mas o surto de Covid fez adiar as datas para os dias 16 a 18 e 23 a 25 de julho de 2021. Este ano, Afrojack, David Guetta, Dimitri Vegas e Like Mike, Marshmello, Amelie Lens, Martin Garrix e outros nove artistas de renome, eram os cabeças de cartaz. Contudo, havia ainda outras dezenas de músicos que animariam os festivaleiros no recinto.

Segundo a organização do festival, as preparações para a edição de 2021 estão em andamento e é garantido que a prioridade continua a ser a saúde, bem-estar e segurança de todos. Foi também, da mesma forma, transmitido aos fãs que os bilhetes de 2020 serão válidos em 2021 e que o alinhamento poderá sofrer alterações conforme a disponibilidade dos artistas no próximo ano.

O Tomorrowland espera, de facto, voltar a celebrar o “amor, a união, e a amizade” com os fãs do festival no próximo verão, valores que tem vindo a transparecer desde sempre, até mesmo através do seu slogan: “Live Today, Love Tomorrow, Unite Forever” (“Vive Hoje, Ama Amanhã, Une-te Sempre).

 

Ana Francisca Maio

Festivais de verão: os cartazes de 2021

Os principais festivais de música já anunciaram os seus cartazes para 2021. As organizações dos festivais apostam em manter os artistas confirmados em 2020.

Com o cenário pandémico e o cancelamento das edições de 2020, os concertos estão a ser organizados com antecedência, de modo a que as medidas de segurança se imponham. Neste momento, já existem, artistas confirmados, datas e, em alguns casos, bilhetes à venda.

O NOS Alive gera grandes expectativas. São inúmeras as confirmações para os diferentes palcos dos 4 dias de festival (de 7 a 10 de Julho), mas destacam-se bandas como Red Hot Chili Peppers, The Strokes ou Faith No More. O festival decorre no Passeio Marítimo de Algés e os bilhetes já se encontram à venda.

O Rock in Rio Portugal irá realizar-se nos dias 19, 20, 26 e 27 de Junho, no Parque da Bela Vista, Lisboa. O cartaz tem, para já, nomes como Foo Fighters, Liam Gallagher e The Black Eyed Peas. Além disso, aposta também em artistas nacionais como Bárbara Tinoco ou David Carreira.

Relativamente ao Super Bock Super Rock, tem em Brockhampton e ASAP Rocky os cabeças de cartaz, mostrando que tem no hip hop a sua principal aposta para esta edição. Nomes como Boi Pablo, Kali Uchis ou também o português Slow J compõe também a lista de artistas. O festival decorre no Meco, de 15 a 17 de Julho.

O NOS Primavera Sound tem um cartaz eclético, que vai do hip hop de Tyler, The Creator ao rock alternativo de Gorillaz e ao pop psicadélico de Tame Impala. O festival decorre no Parque da Cidade do Porto nos dias 10, 11 e 12 de Junho.

Festivais como o Rolling Loud Portugal, Meo Marés Vivas e Vodafone Paredes de Coura têm também as suas datas e cartazes confirmados.

Segundo a Associação Portuguesa de Festivais de Música, o adiamento dos festivais de verão representaram uma quebra na economia de 1,6 mil milhões de euros, o que reflete a importância de acontecerem, caso haja condições para tal.

Fonte: NOS Primavera Sound.

VÍDEOhttps://www.youtube.com/watch?v=CxEiG3e3eJU

Tomás Hernâni Gonçalves.

Festivais de Verão: Novas datas para 2021

Com a impossibilidade de se realizarem em 2020 devido as restrições de segurança contra o coronavírus, os principais festivais já anunciam as datas para retornarem aos palcos no próximo verão.

Foto: Rock in Rio (Flickr)

Impossibilitados de acontecerem em 2020, os festivais se organizam para trazer alegria e música para o verão de 2021, muitos deles ainda não confirmaram suas programações completas mas já garantem nomes de peso para seus cartazes.

Marcando o ínicio dos dias de sol, o NOS Primavera Sound acontece de 10 à 12 de junho no Parque da Cidade do Porto, tendo algumas poucas alterações em seu cartaz: Tame Impala substitui a cantora Lana del Rey, atuando no segundo dia do festival e a banda Gorillaz atuará no festival no terceiro dia, sendo uma adição ao cartaz.

Fonte: NOS Primavera Sound

O Rock in Rio Lisboa, é previsto para os dias 19, 20, 26 e 27 de junho no Parque da Bela Vista. O festival que acontece à cada dois anos, sendo intercalado com a edição brasileira, regressará num formato excepcional acontecendo em 2021 e 2022, tendo assim a sua 10.ª edição já prevista, de acordo com Roberta Medina. Confira as principais atrações para à 9ª edição do festival:

Em Lisboa, o NOS Alive acontece de 7 a 10 de julho e para além de nomes de peso como Red Hot Chilli Peppers e The Strokes, trazem também os Da Weasel que não se apresentavam há 10 anos. “Para já, é com grande orgulho que confirmamos o regresso dos Da Weasel aos palcos, para um concerto único e exclusivo, sábado, dia 10 de Julho de 2021, no Palco Nos”, destaca a organização num comunicado divulgado nas redes sociais do festival.

De 15 à 17 de julho a 26ª edição do Super Bock Super Rock trás ao Meco 3 dias de música com a presença de A$AP Rocky, Brockhampton, Kali Uchi, Foals e Slow J.

Em agosto o MEO Sudoeste garante o melhor do Pop, Rap e Eletrônica na Zambujeira do Mar, dos dias 3 a 7. Já é confirmada a presença de Bad Bunny, Lewis Capaldi, Major Lazer, ProfJam, Bispo e Blackbear. Fechando o verão, o Vodafone Paredes de Coura traz artistas alternativos e acontece de 18 à 21 de agosto, o evento já confirmou Alex G, BadBadNotGood, Yellow Days e Princess Nokia.

 

 

Por Clara Teixeira