Selfie da nave-espacial Orion capturada no dia 18 de Novembro de 2022, NASA

No passado sábado, dia 26 de novembro “Orion”, a nave espacial da NASA, quebrou o recorde de distância da Terra por um veículo tripulado por humanos.

De acordo com o site oficial da NASA a “Orion” descolou da terra no dia 16 em função da missão espacial ARTEMIS, cujo objetivo é uma exploração mais rigorosa e aprofundada da Lua e os seus “arredores”.

Em consequência deste empreendimento dá-se a exploração de uma zona do espaço que a humanidade nunca antes tinha alcançado.

A 26 de novembro “Orion” quebrou o recorde estabelecido de 248655 milhas de distância, mais de 400 mil quilómetros, instituído pela missão Apollo 13 em 1970.

Foto no 11º dia de viagem da “Orion” a olhar para a Terra.

De acordo com a rota traçada pela NASA o veículo irá atingir a sua distância máxima da terra esta Segunda-feira, dia 28, localizando-se assim a mais de 434 mil quilómetros do nosso planeta.

Apesar de ser construída com o objetivo de levar uma tripulação, a nave espacial não leva ainda humanos mas sim um manequim. Denominado em honra de um engenheiro que contribuiu para o desenvolvimento e aterragem em segurança da missão Apollo 13, o “Campos” está equipado com sensores que irão registar as condições que a futura tripulação será subjugada durante a viagem que promete levar o ser humano ao ponto mais distante da terra.

Destinada a aterrar no mar 26 dias depois da descolagem, a nave “Orion” quebrou este sábado o recorde de distância do planeta terra por uma nave destinada a tripulação.

Manifestem a sua opinião no Twitter com o hashtag “#ARTEMIS”, qualquer duvidas contacte via up201805871@up.pt