FIFA bane bebidas alcoólicas em estádios no Mundial

Fonte: Miguel Medina/AFP

Fonte: Miguel Medina/AFP

A dois dias do início da Copa do Mundo do Catar começar, a FIFA anunciou que, após discutir com autoridades do país sede, as bebidas alcoólicas estão banidas nos estádios. Decisão vai contra acordos feitos previamente entre os dois lados.

Neste dia 18 de novembro, a dois dias do início do Mundial, a FIFA emitiu uma declaração oficial no Twitter a dizer que a venda de bebidas alcoólicas nas proximidades dos estádios está proibida. A declaração também agradece a Anheuser-Busch InBev, empresa que é dona da marca de cerveja Budweiser, pela compreensão.

A declaração vai contra o acordo feito entre a FIFA e o Catar em duas ocasiões segundo a Sky Sports: a primeira quando o Catar fez uma proposta em 2010 de sediar o Mundial em seu país e a segunda quando o contrato foi assinado. Em ambas as instâncias o Catar aceitou a venda de bebidas alcoólicas. Já em setembro deste ano, a instituição chegou a um acordo com o país para vender as bebidas dentro dos estádios.

Agora, as bebidas só serão vendidas no FIFA Fan Festival, uma zona especial para adeptos cuja capacidade estimada é de quarenta mil pessoas. A Budweiser publicou, em resposta, o seguintetweet quanto ao destino das cervejas:

A notícia foi mal recebida por uma série de adeptos nos comentários do tweet publicado pela FIFA. Foram evocados os acordos prévios feitos entre o Catar e a FIFA, a data tardia do anúncio, o facto do Catar infringir direitos humanos mas não permitir a venda de bebidas alcoólicas e a venda de bebidas alcoólicas em um país predominantemente muçulmano.

// Olavo de Freitas