TAP cancela 360 voos em dezembro

A companhia aérea anunciou que vai cancelar os voos dos dias 8 e 9 de dezembro que coincidem com a greve dos tripulantes de cabine.

Fonte: Duarte Roriz

Na conferência de imprensa realizada esta quarta-feira, a CEO da TAP, Christine Ourmières-Widener, confirma o cancelamento dos 360 voos, e confessa não ser uma decisão fácil mas que “a prioridade são os passageiros”. Em comunicado, a empresa afirmou ainda que a comunicação com os tripulantes já iniciou, e que “esta decisão terá um grande custo para a TAP”.

A greve já tinha sido estabelecida no dia 3 de novembro, pela Assembleia Geral dos tripulantes da cabina da TAP, ligados ao Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). Os principais motivos da greve relacionam-se com o “incumprimento e desrespeito das condições de trabalho” e descontentamento com a proposta de um novo acordo lançado pela administração da companhia aérea.

Christine Ourmières-Widener, ressalva ainda que não tem “esperança de um acordo” com o SNPVAC para evitar esta greve e afirma esta ser a “escolha do sindicato”. Deste modo, a CEO optou pelo cancelamento dos voos, de modo a “evitar um impacto maior entre os passageiros”.

A TAP prevê que estes cancelamentos terão um prejuízo estimado de oito milhões de euros em receitas e serão afetados cerca de 50.000 passageiros.

Dê-nos a sua opinião aqui.

Maria Rego