O impacto da ecoansiedade nos adolescentes

A ecoansiedade é um neologismo que está cada vez mais presente nas mentes jovens. O que significa? A preocupação agravada quanto às consequências das alterações climáticas.

Autor: Revista Gama, Willian Vieira

A ecoansiedade traduzida nos rabiscos de revolta de uma menina na Embaixada Australiana, em Londres, em janeiro de 2020 Autor: Revista Gama, Willian Vieira

 

O termo ecoansiedade pode levantar algumas dúvidas, por ser um conceito tão moderno. Expressa de forma simplificada, “uma condição psicológica de preocupação extrema com as alterações climáticas e com o seu impacto no presente e no futuro do planeta”. O mundo, principalmente as gerações mais novas, ganharam um novo sentido de responsabilidade ambiental, uma vez que, atualmente sentimos as consequências dos erros passados. Os desastres naturais quintuplicaram nos últimos 50 anos, afetando só este ano o Paquistão com inundações, sul da América com ondas de calor e sismos por todo o globo.

Como afeta especialmente os adolescentes?

Dos poucos dados registados sobre o novo fenómeno da ecoansiedade, é compreendido que o período da vida humana mais afetado será entre o final da adolescência até ao início da idade adulta. A adolescência é um período difícil em termos hormonais e psicológicos, verificando-se desde logo uma degradação da saúde mental dos jovens ao longo dos anos. O combate ao mau estar psicológico através de técnicas relacionadas à ecoansiedade, ainda não é possível dado à
falta de informação quanto à matéria.

Em Portugal…

Portugal por sua vez é espectado ser um dos países afetados pela crise da ecoansiedade, devido à sua posição geográfica, o território está predisposto a acidentes ambientais provocados pelas alterações climáticas. No entanto, já está em desenvolvimento um estudo direcionado ao impacto da ecoansiedade nos adolescentes portuenses. O Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) é o responsável pela investigação que tem como principal objetivo analisar como a exposição constante à informação sobre as alterações e o a preocupação gerada pela mesma, impacta a saúde mental dos adolescentes.

E você, sentes a pressão da ecoansiedade? Deixe a sua experiência dos comentários.

Fonte Primária: https://noticias.up.pt/ispup-vai-avaliar-o-nivel-de-ecoansiedade-dos-adolescentes-do-grande-porto/

 

Marta Stuart