Polícia Judiciária faz buscas no Norte por crimes de fraude no valor de 9 milhões de euros

A Polícia Judiciária (PJ) realizou hoje seis buscas no Norte do país com o objetivo de travar esquema de fraude que lesou cofres públicos em nove milhões de euros

Segundo a PJ, as buscas foram “dirigidas à obtenção de provas por crimes de fraude na obtenção de subsídio, fraude fiscal qualificada e branqueamento, no valor aproximado de nove milhões de euros”.

As buscas decorreram num escritório de advogado, em habitações e em empresas, nas cidades de Águeda, Caminha, Guimarães, Matosinhos e Porto.

Em comunicado, a Judiciária refere que “A investigação, iniciada com participação dos referidos crimes pela Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P., abrange projetos de investimento de fundos no quadro do Acordo de Parceria Portugal 2020”.

Nas diligências participaram um magistrado judicial e do Ministério Público, inspetores e peritos das áreas de informática e financeira da PJ e sete inspetores da Autoridade Tributária e Aduaneira.

Inês Silva – Turma 1