Polícia Judiciária faz buscas por fraude e desvio de subsídio na região Norte

Escritório de advogado, habitação e empresas na zona Norte foram alvo de buscas pela Polícia Judiciária. Objetivo era a obtenção de provas por crimes de fraude, com desvio de nove milhões de euros.

A Policia Judiciária (PJ) do Porto, informou hoje, em comunicado, a realização de seis buscas por suspeita de crimes de fraude na obtenção de subsídio, fraude fiscal qualificada e branqueamento, no valor aproximado de nove milhões de euros. Os crimes, que deram origem à investigação policial, tiveram lugar nas áreas de Águeda, Caminha, Guimarães, Matosinhos e Porto.

A investigação na zona Norte do país ocorreu no âmbito de um inquérito titulado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP),  decorrente de uma denúncia da Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C). As buscas foram realizadas num escritório de advogado, em habitação e em empresas, com objetivo de obtenção de elementos de prova pelos crimes. 

Segundo a PJ, as buscas contaram com a participação de um magistrado judicial e outro do ministério público, inspetores, peritos da áreas de informática e financeira da PJ e sete inspetores da autoridade tributária e aduaneira.

Nádia Neto

Turma 4