PJ realiza buscas por crimes de fraude

Num comunicado de imprensa publicado hoje, a Polícia Judiciária informou que procedeu a buscas referentes a crimes de fraude. Estima-se que os crimes, ocorridos no Norte do país, rondem os nove milhões de euros.

As seis buscas foram conduzidas pela Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte e no âmbito do inquérito titulado pelo DCIAP. Em causa estão crimes de fraude na obtenção de subsídio, fraude fiscal qualificada e branqueamento, no valor aproximado de nove milhões de euros.

As buscas realizaram-se em cinco áreas nortenhas distintas: Águeda, Caminha, Guimarães, Matosinhos e Porto. Uma delas incidiu num escritório de advogados e as restantes em habitações e empresas. Os referidos crimes foram cometidos no âmbito de projetos de investimento de fundos do Acordo de Parceria “Portugal 2020”.

A investigação em causa foi iniciada com a participação dos crimes pela Agência para o Desenvolvimento e Coesão, I.P. Nas buscas estiveram presentes um magistrado judicial e do Ministério Público, inspetores e peritos das áreas de informática e financeira da Polícia Judiciária e sete inspetores da Autoridade Tributária e Aduaneira.

Amália Barbosa Lourenço Morim da Cunha, turma 4