Legislativas 2022: PS obtém Maioria Absoluta

Com 41,68% dos votos e 117 deputados, o Partido Socialista (PS) conquista maioria absoluta na noite de eleições de 30 de janeiro e garante a permanência de António Costa na qualidade de Primeiro Ministro. 

Contrariando o empate técnico ponderado na maioria das previsões, o Partido Socialista de António Costa continua na liderança da Assembleia da República, conquistando ainda mais lugares no Parlamento do que nas eleições legislativas de 2019 (108 deputados). No entanto, “uma maioria abosulta não é o poder absoluto”, acrescenta ainda o Primeiro Ministro em declarações à Lusa.

António Costa mantém-se na posição de Primeiro Ministro, in Websítio do PS

Segue-se o Partido Socialista Democrata (PSD), o segundo partido mais votado da noite, com 27,76% dos votos e 79 deputados. Já como terceira força política surge o Chega (12 deputados eleitorais), surpreendendo todas as previsões, que apontavam para que o Bloco de Esquerda (BE), ocupasse esse lugar, tal como em 2019.

A Iniciativa Liberal (IL) também ganhou percentagem nos resultados finais, passando de um deputado com 1,29% em 2019 para oito deputados com 4,98%. 

Os três partidos de esquerda, BE e CDU depararam-se com perdas substanciais de votos, o que os deixa na quinta e sexta posição, respetivamente, com o BE a eleger cinco deputados (4,46%) e o CDU seis (4,39%).

Já o CDS-PP perde pela primeira vez representação total parlamentar desde 1975, descendo de 12 deputados em 2019 para os seis que se sentaram este ano no parlamento. O PAN desde dos quatro deputados em 2019 para um e o Livre mantém um deputado.

Resultados Eleitorais 2022, Infografia da SicNotícias

Resultados Eleitorais 2019, Infografia da SicNotícias

O distrito do Porto concordou quase unanimemente com os dois primeiros lugares nos resultados destas eleições, com exceção do concelho de Póvoa de Varzim, que inverte os dois primeiros lugares e elege o PSD como representante principal.

Olhando para os primeiros três, os socialistas garantem 19 mandatos com quase meio milhão de votos, seguidos do sociais-democratas com 14 e da Iniciativa Libera, com dois deputados (subida da sétima posição em 2019 para terceiro lugar). O BE e o Chega vêm de seguida, ambos com dois mandatos.

Pode ainda explorar os resultados das eleições por distrito, concelho e freguesia visitando os mapas interativos que o site da Expresso disponibiliza clicando AQUI.

Resultados no Distrito do Porto em 2022, in Expresso

Na noite das eleições, face à perda de representação parlamentar do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, líder do partido, pede a sua demição (clique para ver o vídeo), alegando que deixou de “reunir condições para continuar a liderar”. 

Estas eleições antecipadas ficam marcadas pela vitoria dos socialistas, com maioria absoluta, pela taxa de asbtenção de 42,04%, menor que a de 2019 (51.43%), e pelas grandes alterações dos representantes parlamentais que iniciam agora este novo capítulo governamental.

 

Fontes: SGMAI, SIC Notícias, Expresso e Site Oficial do PS.

Ana Margarida Antunes