Eleição Legislativo 2022 PS venceu com maioria absoluta

Ao contrário do esperado em todas as previsões, que indicavam uma minoria ou empate técnico, o Partido Socialista de António Costa venceu as eleições legislativas para a Assembleia da República com maioria absoluta, a segunda na história do PS e a quinta em 45 anos de democracia constitucional.

Ao atingir os 41,7% dos votos nas eleições de dia 30, mais 5,34 pontos percentuais do que em 2019, o PS conseguiu garantir mais 9 assentos à aqueles que possui no atual Governo Constitucional. Já o Partido Social Democrata conseguiu um resulto um pouco melhor do que há três anos numa diferença de 0,6 pp mas perde 8 deputados no Parlamento, passando agora a contar com 71.

O PSD, Partido Social Democrata, obteve 27,8% dos votos e 76 deputados, muito aquém dos resultados esperados e apontados nas sondagens, levando à demissão do líder Rui Rio.
O Chega tornou-se a terceira força parlamentar com 12 deputados e 7,2% dos votos, com a Iniciativa Liberal em quarto com oito deputados e 5% da votação total, apesar de ficar em terceiro nos grandes círculos de Lisboa e Porto.
O Bloco de Esquerda e a CDU estão entre os grandes derrotados da noite eleitoral, vítimas do voto útil nos socialistas, os bloquistas caem para quinta força parlamentar com 4,5% dos votos com cinco deputados, perdendo 14 mandatos, e a CDU a não eleger qualquer deputado dos Verdes, após obter 4,4% e seis mandatos.
O partido Pessoas Animais Natureza, PAN, obteve 1,5% dos votos e elegeu a líder como representante parlamentar tal como o Livre, que conseguiu 1,3% da votação.
O CDS não elegeu qualquer deputado, pela primeira vez em 47 anos de história. Obteve 1,6% do total nacional.
A abstenção foi de 42%.
Fontes:  RTP
Vanita Assote