Ciberjornalismo: As VII Jornadas ObCiber estão já aí

“Cibermeios e Desinformação” é o tema de debate para as VII Jornadas ObCiber que irá decorrer no dia 15 de dezembro e que irá anunciar os vencedores dos Prémios do Ciberjornalismo 2021.

Cartaz oficial das Jornadas ObCiber. FONTE: Site oficial ObCiber

Já estão apurados os finalistas da 14º Edição dos Prémios do Ciberjornalismo 2021 que irão ser anunciados 15 de dezembro a partir das 16h30 em formato online, após o debate “Cibermeios e Desinformação” que tem início pelas 14h00.

Os vencedores em destaque pela nomeação de “Excelência Geral em Ciberjornalismo” são o Observador, o Público e a Rádio Renascença, também nomeados para outras categorias.

É com a reportagem multimédia: “Síndrome de Tourette: Os tiques não os definem”  que o JPN está nomeado para a categoria Ciberjornalismo Académico. Os outros nomeados para a categoria são a Universidade do Minho com “Europa: o porto seguro? A viagem de uma família em busca de paz” e ComUM com “Nas profundezas do íntimo. A pornografia à sombra do desejo”.

IBERIFIER é liderado em Portugal pelo ISCTE e é um dos oito observatórios regionais de medias digitais promovidos com fundos europeus para investigar a desinformação. A Universidade de Navarra e a LUSA fazem também parte deste projeto.

Para conhecer os júris dos Prémios Ciberjornalismo 2021 basta a aceder ao seguinte link da ObCiber. 

O debate “Cibermeios e Desinformação” irá contar com a moderação de Helder Bastos (Universidade do Porto) e com a participação de Gustavo Cardoso (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, PT), Natália Leal (Agencia Lupa, BR), Ramón Salaverría (Universidade de Navarra, Es) e Luísa Meireles (LUSA, PT).

As votações do público para nomear os vencedores e a inscrição para participar no debate irão decorrer até dia 13 de dezembro através da plataforma online do Observatório do Ciberjornalismo.

Carolina Martins