Metro do porto sem serviço devido greve do dia 3 e 7 de Dezembro

 

Trabalhadores, promovida pelo Sindicato dos Maquinistas (SMAQ), vai afetar as linhas Azul, Vermelha, Verde, Violeta e Laranja, que não vão funcionar nestes dias.

Num comunicado enviado a empresa admite que a capacidade de transporte estará limitada, não se podendo sequer falar em serviços mínimos. Para colmatar os efeitos da greve, a empresa vai disponibilizar um serviço de transportes alternativos em autocarro nas linhas Vermelha e Verde.

A suspensão dos serviços vai começar ainda esta quinta-feira, havendo partidas que têm horário só até as 22.30 horas.

Nas 6 horas e a 1 da manhã, haverá autocarros disponíveis para clientes portadores de título Andante entre a Póvoa de Varzim e a Senhora da Hora (Linha Vermelha), com paragens nas estações de Metro da Póvoa, Vila do Conde e Senhora da Hora. De igual modo, no segmento entre o Fórum Maia e o ISMAI, existe um serviço de autocarros em vaivém, com paragem naquelas duas estações.

Metro do Porto refere ainda que no dia 7 de dezembro, na terça-feira, vai haver jogo da Liga dos Campeões no Estádio do Dragão e que por motivos de segurança, essa estação estará fechada nesse dia.

Presidente do Sindicato dos Maquinistas, justifica a paralisação com a interrupção nas negociações do unanimem-te de empresa.
Em concreto, a Metro do Porto propõe um acordo até 2023, mas o SMAQ discorda, aceitando apenas até 2022. Não faz sentido até 2023. É extemporâneo explica o líder sindical.

O que está em causa é a duração. Entramos num impasse negocial. Não vemos a luz ao fundo do túnel. Entramos em rutura. Não é a altura certa para estabelecer um acordo até 2023. Não sabemos qual será a situação nessa altura. Para nós, não faz sentido, reafirma António Barata Domingues.

Vanita Fernando Assote