Autárquicas 2021: PS reeleito para terceiro mandato em Rio Tinto

Pela terceira vez consecutiva, o socialista Nuno Fonseca foi eleito no último domingo para presidente da Junta de Rio Tinto. A coligação PSD-CDS ‘Gondomar Nas Tuas Mãos’ ganhou 1 deputado em relação a 2017. A abstenção subiu 7%.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Fonte: Google Imagens

Segundo os dados divulgados pelo Ministério de Administração Interna (MAI), o Partido Socialista obteve 50,94% dos votos, elegendo 13 deputados para a Assembleia de Freguesia, o mesmo número das últimas autárquicas. Nuno Fonseca exerce a Presidência da Junta de Freguesia de Rio Tinto desde 2013, sendo este o seu terceiro e último mandato.

O PSD-CDS ganhou um mandato ao conseguir no último domingo 19,24% dos votos. Em comunicado na página oficial de Facebook do PSD Rio Tinto, Francisco Moura afirmou ter cumprido os objetivos propostos na campanha, ainda que o resultado não tenha sido o desejado. Para o social-democrata, “o grande vencedor foram os abstencionistas”, que representaram mais de 54% dos votos, uma subida de 7% comparativamente às autárquicas de 2017. 

Pela primeira vez na corrida, o Chega elegeu 1 deputado para a Assembleia de Freguesia, o cabeça de lista Edison Pereira, de 34 anos, com 4,45% dos votos. Ao contrário da Iniciativa Liberal, que não conseguiu representação na Assembleia, tendo arrecadado 3,66% dos votos. O Bloco de Esquerda e a CDU (coligação do PCP e dos Verdes) mantiveram o número de mandatos, 1 e 2 deputados respetivamente.

A freguesia de Rio Tinto, localizada no concelho de Gondomar, é uma das 10 freguesias mais populosas de Portugal, com 44.871 mil inscritos.  

Por Daniela Mota