9ª edição do Festival Monte Verde é adiada para 2021.

Festival Monte Verde é impedido de se realizar em 2020 por causa da alta de casos do Covid-19 em Portugal.

Fotografia do festival antes da pandemia do Covid-19.

O festival de verão, sediado na Ilha de São Miguel, nos Açores, foi atrasado pela organização responsável devido à pandemia do Covid-19. Em comunicado, os promotores do evento que tomaria lugar no verão de 2020, explicam que priorizam a segurança do público e revelam novas datas para o festival.

A organização do festival também considerou a realização da edição no inverno, na tentativa de sediar o espetáculo ainda em 2020. De acordo com a agência Lusa, o grupo idealizador conta que o festival, nessas circunstâncias, correria o risco de ter apenas dois dias de duração, e não três, e a localização poderia se alterar, entre outros factores que mexeriam de forma significativa com a dinâmica do evento. A edição acabou por ser adiada para o ano seguinte, por conta do aumento de casos de Covid-19 em Portugal, e as datas já foram confirmadas: de 5 a 8 de agosto de 2021.

O evento teve sua primeira edição em 2012 e foi idealizado por um grupo de amigos ex-estudantes da Universidade de Açores. Jacinto Franco, um dos impulsionadores do festival, conta à Arte Sonora que a ideia do festival surgiu de uma “brincadeira de amigos”, e que se tornou um festival de sucesso do verão de São Miguel.

Em relação aos cartazes, Franco afirma que a escolha de artistas é eclética, ao mesmo tempo que tenta acompanhar as tendências musicais do público-alvo. No que diz respeito à 9ª edição, o cartaz de 2021 será anunciado perto da data do festival.

Profissional.