Seis detidos por prática de crimes de roubo e ofensas à integridade física em Sintra

Durante a operação “Chamariz”, a Polícia Judiciária deteve ontem três homens e três mulheres, com idades entre dos 17 e os 22 anos, na zona de Sintra.

Os seis suspeitos foram detidos pela prática de crimes de roubo agravado, ofensas à integridade física, burla informática e de telecomunicações e posse de arma proibida.

Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) afirma que os crimes cometidos no passado mês de janeiro, no concelho de Sintra, iniciaram-se quando um dos elementos femininos, através da rede social WhatsApp, aliciou um homem de 25 anos para um relacionamento sexual mediante pagamento em dinheiro.

Quando chegou ao local, a vítima foi surpreendida pelo grupo, ameaçada com arma de fogo e armas brancas e agredida, tendo necessitado de tratamento hospitalar.

Os autores dos crimes, um dos quais ainda por identificar, apropriaram-se dos bens pessoais da vítima, nomeadamente da sua viatura, telemóvel, documentos, vestuário e cartão de débito, cujo código foi obrigado a fornecer. Foi efetuado um levantamento em numerário com o cartão e os agressores tentaram ainda transacionar o veículo roubado.

Segundo a PJ, “foram apreendidos relevantes elementos de natureza probatória”, no decorrer das diligências.

Os detidos vão ser sujeitos ao primeiro interrogatório judicial, no qual vão conhecer as medidas de coação.

A PJ revela ainda que vai prosseguir com a investigação, “no sentido de apurar a eventual participação dos indivíduos em outros crimes semelhantes e identificar o coautor por localizar”.

 

Por Mariana Ribeiro, 202003994, turma 4