Caso Pavilhão Rosa Mota : Cronologia

A inauguração do novo pavilhão Rosa Mota ficou marcada pelo conflito entre a atleta e o presidente Rui Moreira, em causa está a designação do edificio.

27/10/19 A Câmara do Porto anuncia que a inauguração do pavilhão se realiza no dia seguinte. A autarquia revela que o o investimento foi suportado por privados, mas que ficou assegurado que o nome da atleta se mantinha ( comunicado CM Porto)

28/10/19 – (10:39) – Rosa Mota afirma que foi “enganada” e falta à inauguração do novo pavilhão Rosa Mota.  A ex- atleta diz que o que estava combinado era “Pavilhão Rosa Mota”. Rui Moreira  afirma que o nome nunca esteve tão protegido ( TSF)

28/10/19 (11:47) Os vereadores do PS , PSD e CDU anuciam que vão faltar à inauguração. A oposição mostra -se indignada com “menorização” do nome da atleta. ( Expresso)

28/10/19 –  (17: 39) Durante a inauguração, Rui Moreira, critica os “complexos “com as bebidas alcoólicas e afirma que a cidade “já era conhecida pelo vinho” antes de apostar no desporto e na cultura.  ( JN)

28/10/19 – (18:30) O deputado do Bloco de Esquerda, José Soeiro, considera que a autarquia tinha capacidade financeira para prescindir da iniciativa privada, mas quis “ganhar dinheiro” com esta iniciativa.  O bloquista afirma mesmo que “o Porto não está à venda” ( Esquerda.net)

30/10/19- ( 22:02) A polémica ganha novos contornos.É revelado o facto de Rosa Mota pertencer à confraria da cerveja. A atleta tinha afirmado, dias antes, que estar liga a uma bebida alcoolica lhe ” causava constrangimento” ( SIC NOTÍCIAS)

31/10/19 A banda “Ornatos Violeta” dá o primeiro concerto do novo pavilhão. Os bilhetes esgotaram. ( JN)

04/11/19 (17:55) CDU  pede à Câmara do Porto que altere a designção do pavilhão. Os comunistas alegam que a atual designação “contraria a decisão municipal ” de novembro de 2018, em que se previa a denominação “Pavilhão Rosa Mota- Super Bock Arena”. (Público)

05/11/19 (8:38) A proposta da CDU chumbada , com os votos contra dos 22 vereadores do movimento liderado por Rui Moreira( Porto, o nosso partido) e do PSD.  A esquerda votou a favor e 5  deputados do PSD abstiveram-se. ( Público)

Rui Vieira Cunha