Caso Pavilhão Rosa Mota: cronologia

A introdução do nome “Super Bock Arena” ao anterior Pavilhão Rosa Mota levou a indignação por parte da própria atleta, que não esteve presente na cerimónia de inauguração do pavilhão. A situação desenrolou um conjunto de acontecimentos, que vão desde a Confraria da Cerveja às propostas do Bloco de Esquerda e da CDU.

27.11.2018 (18:00) – Inclusão da designação “Super Bock Arena” no nome do Pavilhão Rosa Mota é aprovada na Câmara do Porto, apenas com os votos da maioria liderada por Rui Moreira. PS, PSD e CDU votaram contra.

27.10.2019 – Câmara do Porto anuncia que, apesar da atribuição do nome de um patrocinador, a designação do Pavilhão Rosa Mota será mantida, e que o espaço vai reabrir no dia seguinte.

28.10.2019 (09:30) – Numa carta endereçada à autarquia portuense e citada pela TSF, Rosa Mota diz sentir-se “indignada” e “enganada” com uma decisão que, de acordo com a campeã olímpica, foi feita à revelia. Como forma de protesto, Rosa Mota afirma que não vai marcar presença na inauguração do espaço.

– (15:00) Inauguração formal da Super Bock Arena. Rui Moreira praticamente ignora a polémica, referindo o assunto apenas para recuperar a relação histórica da cidade do Porto com o vinho.

– (18:30) – Em comunicado, o Bloco de Esquerda revela estar do lado de Rosa Mota, dado a mesma ser “uma figura marcante do desporto nacional e um símbolo de empenhamento e esforço que tanto diz à cidade do Porto”. O partido pretende, assim, que a Câmara do Porto reverta a sua decisão.

29.10.2019 (11:49) – De acordo com o jornal Público, o ex-treinador e companheiro de Rosa Mota, José Pedroso, afirma que a atleta se está a preparar para uma batalha em defesa do nome “Pavilhão Rosa Mota”.

30.10.2019 (22:02) – SIC Notícias aponta que, apesar de insatisfeita com a atribuição do nome de uma bebida alcoólica ao pavilhão em detrimento do seu, Rosa Mota é confrade da cerveja. Na página da Confraria da Cerveja, confirma-se que a atleta tem essa posição desde 2008.

31.10.2019 (22:00) – Reabertura da Super Bock Arena, com concerto da banda Ornatos Violeta.

04.11.2019 (17:55) – CDU propõe alterar a designação do renovado espaço para “Rosa Mota Super Bock Arena”. O partido defende, e o Público cita, que o nome dado ao pavilhão “contraria a decisão municipal” e “não tem suporte legal”.

05.11.2019 (06:46) – Lusa revela que a Assembleia Municipal do Porto chumbou a proposta da CDU.

 

Ana La-Salete Silva