Sondagem legislativas: resultados de PS e PSD continuam a aproximar-se

A sondagem de ontem (terça-feira) da Pitagórica revela o prolongamento da subida das intenções de voto no PSD. PS lidera mas continua a afastar-se da maioria absoluta.

 

As eleições legislativas de 2019 são dia 6 de outubro, daqui a menos de duas semanas. As intenções de voto têm sido manifestadas nas sondagens diárias feitas pela Pitagórica, desde sábado.

 

De segunda para terça-feira, o Partido Socialista (PS) caiu 1,6 pontos percentuais (pp) – de 37,6%, desceu para 36%. Por outro lado, o Partido Social Democrata (PSD) subiu 0,8pp – de 26,8% para 28,5%.

O partido de Rui Rio mantém a trajetória de subida desde que se iniciaram estas sondagens. Em sentido inverso mantém-se o o partido liderado por António Costa, que continua a cair nas intenções de voto. Desde o dia em que foi divulgada a primeira sondagem que o PS teve uma queda de mais de 4pp (registava 40,6% no sábado), queda que tem sido mais rápida do que a subida do PSD, de quase 2pp. Os dois maiores partidos estão agora separados nas intenções de voto por 7,5pp, o que significa que a diferença cai para quase metade – começou nos 14pp.

 

A sondagem mostra, igualmente, subidas para o Bloco de Esquerda (BE), que tem vindo a crescer desde sábado e regista agora 10,5%, mantendo-se como o terceiro partido com mais intenções de voto.

A CDU (Coligação Democrática Unitária), formada pelo PCP e pelo Partido Ecologista Os Verdes (PCP-PEV), cai para 6,8%. Igualmente o CDS – Partido Popular (CDS-PP) baixou de 4,7% para 4,4%. Por sua vez, o Partido das Pessoas, dos Animais e da Natureza (PAN) volta a subir e ocupa o sexto lugar com 3,7%.

 

Também entre os que lutam por chegar pela primeira vez ao Parlamento há novidades. Desde logo, observa-se os percursos inversos de dois partidos de centro-direita: o Iniciativa Liberal ganha alguma tração (1,2%), no entanto, o Aliança perde-a (0,5%) e fica empatado com o CHEGA!. Mais à esquerda, o Livre sobe e chega aos 0,9%.

 

Comparativamente à últimas eleições legislativas, de 2015, o PS obtém este ano uma maior percentagem de eleitorado, cerca de mais 4pp, contrariamente ao PSD, que baixou cerca de 8pp relativamente ao resultado obtido há quatro anos, em coligação com o CDS-PP.

 

Segundo a ficha técnica, este estudo tem como objetivo avaliar a opinião dos eleitores portugueses sobre temas relacionados com as eleições, nomeadamente a intenção de voto nos vários partidos.

A sondagem é feita para a TVI, Jornal de Notícias (JN) e TSF Rádio Notícias pela Pitagórica, uma entidade de cálculos e estatísticas. Durante quatro dias, a partir de sábado, foram recolhidas sub-amostras: uma por dia, de 150 entrevistas, representativa do universo eleitoral português, tendo por base os critérios de género, idade e região.

A seleção dos entrevistados foi realizada através da geração aleatória de números de telemóvel e as entrevistas são recolhidas através de entrevista telefónica. A taxa de resposta foi cerca de 60%.

A ficha técnica completa pode ser consultada online, junto da Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

 

Francisca Valentim