O enviesamento sensacionalista no Ciberjornalismo

O Congresso Internacional do Ciberjornalismo é já nos dias 22 e 23 de novembro e um dos temas a debater é o enviesamento noticioso e o seu impacto no jornalismo online. 

Na transição dos media para o digital, assistimos a um impacto óbvio no que diz respeito ao processo de decisão editorial e no próprio critério jornalístico. Em causa, está a ética e a deontologia do jornalismo que encontrou um entrave ao bom funcionamento  da sua profissão.

Na tentativa de obter o maior lucro possível, as notícias são feitas com o intuito de gerar mais clicks. Disto resulta uma narrativa sensacionalista, inundada de títulos enviesados e por vezes falsos, que tornam os assuntos mais graves do que na realidade o são.

Por outro lado, há quem defenda a ideia de enviesamentos inconscientes, na medida em que a própria cultura organizacional, profissional e os saberes partilhados entre os indivíduos podem gerar automaticamente deturpações no conteúdo informativo divulgado.

Para quem quiser saber mais sobre o tema só tem de garantir presença no seminário de Ciberjornalismo que terá como palco a Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Salomé Silva