InvictaCon 2017: “Desliga o Wi-Fi!!! Chegaram os jogos de tabuleiro!”

A Universidade Portucalense recebe este fim de semana o 11.º Encontro Nacional de Jogos de Tabuleiro e RPG do Porto. 

Este ano, o lema é “Desliga o Wi-Fi!!! Chegaram os jogos de tabuleiro!”. O objetivo é mostrar as vantagens da interação presencial que os jogos de tabuleiro proporcionam numa época em que a dependência das tecnologias digitais é crítica. O Grupo de Boardgamers do Porto é a associação responsável pela organização do evento e traz este ano muitas novidades vindas diretamente da maior feira mundial de jogos de tabuleiro, que decorreu no final de outubro em Essen, na Alemanha.

A InvictaCon é de participação gratuita e entrada livre. Qualquer pessoa de qualquer idade pode participar. No evento vai estar presente uma equipa de voluntários disponível para ensinar qualquer um dos jogos. O objetivo passa por ultrapassar as cerca de 600 pessoas que estiveram presentes no evento do ano passado.

Ricardo Biscaia, presidente da associação organizadora, diz que “os jogos são uma ótima oportunidade para nos divertirmos, para nos colocarmos em contextos em que interagimos com os restantes jogadores de diversas formas e para treinarmos competências nas áreas da lógica, da estratégia e da análise crítica”. Ricardo acrescenta ainda que estas competências “são necessárias para as mais diversas áreas da nossa vida”.

O programa deste ano inclui quatro torneios de participação gratuita (Catan, Ticket to Ride: Europe, Star Realms e Kingdomino), com prémios para os vencedores, e dois “play to win” (Unlock! e Vilar de Mouros), com sorteio dos prémios entre todos os participantes destes jogos no decorrer do evento.

Está também pensada a demonstração de dois novos jogos portugueses (Vilar de Mouros e Cardslab Países), onde estarão presentes os criadores.

Para os mais curiosos pelos jogos de personagem (RPG – Role Playing Games), estão previstos dois workshops, desenvolvidos pelos “Roleplayers do Porto”.

O encontro vai decorrer na Universidade Portucalense (Rua António Bernardino de Almeida, 541 – Porto), perto da estação de metro do IPO.

 

Sara Pires