InvictaCon 2017: “Desliga o Wi-Fi! Chegaram os jogos de tabuleiro!”

A 11ª edição do encontro nacional de jogos de tabuleiro e RPG começa esta sexta e acaba domingo, na Universidade Portucalense.

O Grupo de Boargamers do Porto (GBP) trará de sexta às 10:00 (hora de abertura da conferência) até domingo às 20:00 (hora de fecho) entretenimento para todos os fãs e curiosos do universo dos jogos de tabuleiro. A organização da InvictaCon espera que a edição deste ano supere os números da anterior – cerca de 600 pessoas visitaram a conferência em 2016.

A conferência tem prevista no seu programa a realização de torneios de Star Realms na sexta, Settlers of Catan e Ticket to Ride: Europe no sábado e de King Domino e Rei de Tóquio no domingo. Ao longo dos 3 dias haverá torneios em jeito de Play to Win (isto é, o vencedor leva o jogo como troféu) dos jogos Unlock e Vilar de Mouros. Há ainda workshops de RPG (criação de personagens e introdução à aventura no sábado e introdução ao Dungeon Mastering no domingo)

Há ainda a possibilidade para os presentes na conferência de visitarem a Ludoteca – biblioteca de jogos para que os visitantes possam experimentar jogos. A Ludoteca está aberta a qualquer um que queira levar ou explicar determinado jogo de tabuleiro, logo que avise no espaço disponibilizado no site Abre o Jogo, que conta já com 313 entradas. Antecipadamente, qualquer um pode pedir jogos que gostaria de experimentar, no espaço “Jogos Pedidos”, também disponível no site Abre o Jogo.

A inscrição não é obrigatória, no entrando o GBP aconselha-a, dado que a inscrição facilita a organização do evento.

O GBP existe desde 2006, nascido de pequenos encontros entre adeptos de jogos de tabuleiro. Quando os encontros se tornaram mais regulares, surgiu a ideia de organizar um encontro maior. Assim nasceu a InvictaCon, que vai agora para a sua 11ª edição. O grupo foi o criador do site Abre o Jogo em 2007.

A InvictaCon tem também uma vertente solidária, com a oferta de jogos a determinadas instituições. Apesar de ter sido algo que já aconteceu noutras edições, este ano ainda não está confirmada a oferta de jogos a instituições.

 

Luis Miguel Rocha