Autárquicas 2017: Quatro candidatos à câmara de Vila Nova de Famalicão

A corrida à Presidência da Câmara de Vila Nova de Famalicão nas autárquicas 2017 é feita por quatro partidos políticos, PSD- CDS PP, PS,  BE e CDU.

A Concelhia do Partido Socialista de Vila Nova de Famalicão escolheu Nuno Sá como candidato à Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão nas eleições autárquicas 2017.

O PS, que atualmente é oposição num município liderado em maioria pelo executivo PSD/CDS-PP de Paulo Cunha, descreve Nuno Sá como “o melhor candidato” na perspetiva do partido e do município.

Paulo Cunha concorre pela segunda vez a presidente da autarquia famalicense pelo PSD – CDS PP, tendo obtido maioria absoluta nas autárquicas de 2013 pela mesma união de forças partidárias.

O agora candidato é presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão desde 2013, assumindo também desde essa altura a presidência do Conselho Regional do Norte, órgão consultivo da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

No anterior mandato autárquico (2009-2013) foi vice-presidente da Câmara Municipal, tendo assumido os pelouros da Cultura, Freguesias, Turismo e Defesa do Consumidor.

Domingos Costa é o candidato da CDU à Câmara Municipal de Famalicão e Daniel Sampaio é o candidato à Assembleia Municipal. Os dois nomes  vão encabeçar as listas da coligação entre PCP e PEV nas eleições autárquicas, do próximo dia 1 de outubro.

O Bloco de Esquerda também apresentou a sua candidatura, tento como cabeça de lista José Luís Araújo e Paulo Costa encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Segundo José Luís Araújo, o principal objectivo  do Bloco é continuar a ser um partido decisivo e comprometido com mudanças.

Assim como em todo o país, Vila Nova de Famalicão vai às urnas dia 1 de outubro para decidir a liderança concelhia do próximo quadriénio. Paulo Cunha (PSD/CDS) e Nuno Sá (PS/JPP) apresentam-se como os favoritos a sentar-se no gabinete do município.

 Rita Marques