Revista de Imprensa

Bom dia!

Sexta-Feira, 16 de Dezembro de 2016

Os principais temas da actualidade de hoje concentram-se no aumento da electricidade a partir de Janeiro de 2017 e no reforço de segurança nas cidades de Lisboa e Porto durante a quadra natalícia.

A não oficialização por parte do Governo sobre a próxima administração da Caixa Geral de Depósito, a pretensão de Marcelo Rebelo de Sousa em obter um acordo mais vasto com os parceiros sociais e o desafio lançado por mil militantes a Passos Coelho são outras notícias em destaque.

O Correio da Manhã refere que O aumento da electricidade em cerca de 1,2 % castiga as famílias portuguesas já a partir de Janeiro. É uma medida que atingirá os consumidores domésticos e serve de referência para a actualização das prestações sociais, nomeadamente as pensões em 0.5 %, segundo a ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos).

Entretanto, com a aproximação da quadra Natalícia, escreve o Jornal de Notícias , dez mil polícias com metralhadoras, irão patrulhar as ruas repetindo o reforço já efectuado a seguir aos atentados de Paris. O aumento da criminalidade nesta altura do ano é um receio das autoridades.

No Público o destaque noticiosos vai para a Caixa Geral de Depósitos, o Governo ainda não entregou ao Banco Central Europeu os nomes para a futura liderança do banco. Paulo Macedo poderá assumir a liderança da Caixa com a equipa de administração ainda incompleta.

O Presidente da República pretende uma acordo de concertação social bastante abrangente onde não só o salário mínimo mas a formação profissional, a política fiscal e salarial sejam assuntos analisados pelos parceiros sociais, destaca o Diário de Notícias.

No PSD, mais de mil militantes desafiaram o ex-primeiro ministro e actual líder do partido Pedro Passos Coelho em avançar como candidato às autárquicas na Câmara de Lisboa, escreve o I.

Ana F. Carvalho