3º Congresso de Jornalismo e Dispositivos Móveis na Covilhã

Jornalismo e Dispositivos Móveis é o tema trazido a debate ao 3º congresso realizado na Universidade da Beira Interior, na Covilhã, nos próximos dias 22 e 23 de novembro. As inscrições para os painéis de discussão/exposição temática e workshops ainda estão a decorrer.

A Covilhã vai receber, nos próximos dias 22 e 23 de novembro, o 3º Congresso de Jornalismo e Dispositivos Movéis. O encontro a realizar na Universidade da Beira Interior conta, até à data, com 42 inscrições. Os congressistas vão debater temas relacionados com as  formas de distribuição dos conteúdos para dispositivos móveis, modelos de negócio para jornalismo móvel, novas línguas e formatos jornalísticos e dispositivos móveis como ferramentas de produção.

Depois do primeiro encontro em outubro de 2009, o evento passou a realizar-se de dois em dois anos sob a forma de congresso. Este ano vai trazer oradores nacionais e internacionais aos diferentes painéis. Ramón Salaverría (professor titular de jornalismo da Universidade de Navarra) vai estar presente na sessão de abertura e Eduardo Pellanda (PUC do Rio Grande do Sul) vai ser um dos oradores na sessão de encerramento.

Paralelamente ao congresso vai haver espaço para inscrição em workshops, que vão dos 5€ aos 20€. A realizar durante três dias está o workshop de “produção de conteúdos para tablets”, por Rita Paulino (Universidade Federal de Santa Catarina). Eduardo Pellanda (PUC do Rio Grande do Sul) vai dar, na segunda-feira, o workshop de “Criação e Aprendizagem da plataforma App Inventor (MIT) para jornalismo”. Pedro Monteiro e Iryna Shev (Expresso) apresentam, na segunda e quarta-feira, o workshop de “Vídeo para Dispositivos Móveis”.

As inscrições para este congresso ainda estão a decorrer. São gratuitas e obrigatórias para todos os participantes, mas podem tomar o valor de 50€ se os participantes apresentarem comunicações científicas.  Já as inscrições nos workshops devem ser pagas no secretariado do DCA (Departamento de Comunicação e Artes) até ao dia 17 de novembro.

Numa era em que jornalismo anda de “mãos dadas” com os dispositivos móveis e as novas tecnologias, torna-se crucial a discussão dos desafios e novos paradigmas que se apresentam. Também a Universidade do Porto realiza, na mesma semana, o 5º congresso “Ciberjornalismo 3.0“, onde se pretende debater várias temáticas e desafios da era digital.

 

Lara Lopes