Caso Sócrates: ex-primeiro-ministro detido

José Sócrates, ex-primeiro-ministro, foi detido no âmbito de um processo em que estão a ser investigadas “suspeitas de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção”, refere uma nota da Procuradoria-Geral da República emitida na noite de sexta-feira, 21 de Novembro.

A PGR confirma assim as notícias avançadas pelo Sol e Correio da Manhã e explica que o inquérito irá investigar “operações bancárias”, “movimentos e transferência de dinheiro sem justificação conhecida e legalmente admissível”.

Para além de José Socrates foram também detidos o motorista, João Perna, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira e o empresário Carlos Santos Silva.

Ana Luísa Carvalho