REVISTA DE IMPRENSA: Vitória de António Costa domina as manchetes dos jornais portugueses

A vitória de António Costa nas eleições primárias do PS é o tema de destaque da imprensa nacional. Com 34,5% dos votos contra os 64,8% de Costa, Seguro demitiu-se duas horas após o fecho das urnas.

CORREIO DA MANHÃ

“Costa esmaga Seguro” é um dos temas de capa do Correio da Manhã, com a imagem de Costa a segurar a bandeira nacional portuguesa na mão, o símbolo da nação. Com os resultados apurados, o futuro líder do PS diz que “É o primeiro dia de uma nova maioria”.

JORNAL DE NOTÍCIAS

A capa do Jornal de Notícias apresenta o título “Foi sem espinhas”, onde surgem as fotografias dos dois candidatos, acompanhadas da respetiva percentagem obtida na noite passada: Costa (64,8%) e Seguro (34,5%). Costa diz que ontem foi o primeiro dia do fim do Governo de Passos Coelho e Seguro demite-se de secretário-geral.

PÚBLICO

“Vitória esmagadora deixa Costa mais forte para disputar legislativas” é tema de capa do Jornal Público, com Costa a garantir 70% e Seguro 30% de votações: Seguro demite-se duas horas depois do fecho das urnas e António Costa dá início aos trabalhos que estabelece como prioridades.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

No Diário de Notícias, com o título “Este é o primeiro dia dos últimos dias do Governo”, tem como imagem principal a figura de Costa com um cravo na mão, símbolo de liberdade. O resultado de António Costa (65,01%) levou Seguro a apresentar a demissão. Enquanto isso, Costa recusa sair à pressa de Lisboa. A decisão só será tomada depois de conhecido o calendário eleitoral.

I

“PS une-se em torno de Costa para conquistar poder”. António Costa é a imagem de capa, onde surge de braços abertos e festeja a vitória conquistada. “No dia em que as elites regressam ao PS, Seguro foi derrotado em todo o país e esmagado em Lisboa. Agora é o tempo de sarar as feridas e desafiar Passos Coelho”, é a frase que acompanha e descreve um momento que, para Costa, será decisivo no futuro enquanto novo presidente do PS.

DESTAK

“Novo líder do PS já fala em maioria”, título principal em O Destak, menciona que depois de vencidas as eleições, António Costa assume o desejo de mudança e de chefiar um novo governo maioritário.

Nota:Esta notícia não é acompanhada de imagem.

METRO

“António Costa vence primárias do PS com vitória retumbante” é o título presente no Jornal Metro e, ao contrário dos jornais até então analisados, não destaca a notícia. Costa derrota Seguro e será o candidato socialista a primeiro-ministro.

EXPRESSO, VISÃO, SÁBADO

Quanto ao jornal Expresso a notícia sobre a vitória de António Costa não faz parte da manchete. Na Visão, destaque para a investigação “A face oculta do PSD”. Sendo uma revista semanal, não foi noticiada a vitória de Costa na noite passada. Quanto à revista Sábado, o mesmo caso se aplica: revista semanal na qual não consta a vitória do atual presidente da Câmara de Lisboa.

SOL

No jornal Sol a notícia apresenta como título “PS pode ficar dois meses sem líder”. Esta está, no entanto, desatualizada, uma vez que a capa remete para o dia 26 de Setembro, dois dias antes dos resultados eleitorais: “Caso António Costa vença no domingo, só no fim do ano o PS voltará a ter secretário-geral”.

DOMINGO (CM)

“Guerra de irmãos: O que une os dois Antónios que lutam hoje pela liderança do PS” , é capa de destaque de DOMINGO, no qual a fotografia dos dois candidatos é representada com um rasgo no meio e que, de modo irónico, faz perceber que afinal não há nada que os una.

MAIS NOTÍCIAS…

O Correio da Manhã destaca ainda na capa: “Curandeiro limpa 168 mil euros a cliente”, notícia que não é comum a outras capas de jornais. Uma empresária é burlada ao tentar salvar a mãe do cancro.

No Jornal de Notícias, depois dos resultados de ontem, as Vindimas no Douro são notícia: sem imigrantes as uvas ficavam nas videiras.

Os jornais como o Destak e o Jornal de Notícias destacam, na editoria Desporto, a derrota da Alemanha frente a Portugal em ténis de mesa, o que valeu a Portugal o título de campeão europeu.

O casamento de Clooney no passado sábado foi noticiado no jornal Metro, com o título “Casadinhos de fresco!”. Surge, aliás, com maior destaque do que a vitória de Costa.

 

Catarina Cardoso,

turma 1