Revista de Imprensa de 29 de Setembro de 2014

Revista de Imprensa: 29 de Setembro de 2014

António Costa venceu as eleições primárias do PS do passado dia 28 com 70% dos votos. António José Seguro, com apenas 30% dos votos, demitiu-se como secretário-geral do Partido Socialista. Este acontecimento marcou a maioria dos jornais nacionais, como o Correio da Manhã, o Público e o Diário de Notícias, assim como outros diários de pequena dimensão.

No Correio da Manhã, é a segunda notícia em destaque, com o título “Costa Esmaga Seguro”. A manchete é, no entanto, “’Curandeiro’ limpa 168 mil euros a cliente”. No Jornal de Notícias, a manchete da mesma notícia apresenta-se como “Foi Sem Espinhas”. No jornal Público, a manchete apresenta-se como “Vitória esmagadora deixa Costa mais forte para disputar legislativas”. No Diário de Notícias, a manchete é “”Este é o primeiro dia dos últimos dias do Governo””. No “i”, esta notícia entitula-se de “PS une-se em torno de Costa para conquistar o poder”

No Destak, a manchete é “Novo líder do PS já fala em maioria”, devido à percentagem de votos que António Costa obteve. No Metro, a mesma notícia na encontra-se na editoria “Nacional”, com pouco destaque. A manchete é a notícia “Combustíveis de Referência”, relacionada com a publicação dos preços de referência dos combustíveis no Diário da República a partir de Outubro.

O casamento do ator e da advogada Amal Alamuddin só termina hoje, dia 29, tendo a duração de 4 dias. O acontecimento marcou a capa de alguns jornais, mas não foi o suficiente para substituir a vitória de Costa nas primárias do Partido Socialista.

No Correio da Manhã, é a terceira notícia com mais destaque e intitula-se de “Casamento de 10 milhões de euros”.

No JN, no Público, no Diário de Notícias e no i, não foi observada esta notícia, tendo sido substituída por notícias de cariz nacional e político.

No Destak, esta notícia insere-se na editoria Fama & Tv, intitulada de “Clooney e Amal celebram boda de quatro dias”. No Metro, é a segunda notícia com maior destaque, intitulada de “Casadinhos de fresco”.

Há uma grande disparidade entre as notícias apresentadas nas capas dos jornais, sendo observado mais notícias de âmbito nacional e desportivo no Correio da Manhã e no Jornal de Notícias; no Público, destacam-se notícias de âmbito político e internacional, como a notícia sobre o sistema eleitoral do Brasil; o Diário de Notícias aposta em notícias de âmbito nacional e internacional, como a notícia sobre a oferta de um IRC baixo à Apple por parte da Irlanda; o i destaca-se pela notícia “Mafalda faz 50 anos”, mas segue o mesmo padrão dos jornais anteriores, com algumas notícias nacionais, internacionais e sobre desporto. O Destak segue o mesmo padrão, mas repete a notícia destacada pelo Metro sobre os preços de referência dos combustíveis. Finalmente, o Metro apresenta notícias de cariz económico, nacional e desportivo.

Rita Neves Turma 1