Congresso na Covilhã debate Jornalismo para Dispositivos Móveis

A Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, irá receber, nos dias 22 e 23 de novembro, o 3º Congresso Internacional de Jornalismo para Dispositivos Móveis. Do evento irão constar conferências e workshops.

A terceira edição do Jornalismo para Dispositivos Móveis (JDM) procura discutir e investigar as potencialidades dos dispositivos móveis no campo jornalístico. O objetivo do Congresso é pôr em cima da mesa as oportunidades que os avanços tecnológicos podem trazer ao jornalismo.

Serão discutidos quatro temas de trabalho, com a aprovação de cinco trabalhos por cada um.

Nos dois dias do evento, a UBI irá ser palco de inúmeras conferências, com um painél de oradores nacionais e internacionais.

Ramón Salaverría, diretor do Center for Internet Studies and Digital Life e professor de jornalismo da Universidade de Navarra (Pamplona, Espanha), será o orador da conferência de abertura. Da mesa de jornalistas fazem parte Alexandre Brito, Diogo Queiroz Andrade, Miguel Martins e Rui da Rocha Ferreira.

A conferência de encerramento irá ter como orador Eduardo Campos Pellanda, professor do Mobile Experience Lab MIT/EUA .

O Congresso também inclui três workshops com temas diferentes, dados por profissionais do jornalismo como Rita Paulino, Pedro Monteiro e Iryna Shev. Os preços de inscrição variam consoante o workshop e vão dos 5 aos 20 euros. O prazo termina a 17 de Novembro.

Tratando-se de um evento no qual se procura encontrar respostas para a questão da influência que os dispositivos móveis poderão ter na prática jornalística, foram aceites trabalhos sobre o tema.

Eventos que procuram refletir sobre a forma como o jornalismo se deve adaptar ao cibermeio têm sido cada vez mais promovidos por faculdades ao longo do país. Nos dias 24 e 25 de novembro a Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) também irá receber a quinta edição do Congresso Internacional de Ciberjornalismo (#5COBCIBER).

Joana Martinheira